21 de agosto de 2011

TODAS AS ESTAÇÕES SE TORNARAM SILENCIOSAS

O Homem perdeu a sua capacidade de prever e prevenir. Ele acabará destruindo a Terra (Albert Schweitzer)


Deserto do Atacama (Chile) - foto Rosângela
Nesta semana eu estava montando uma apresentação sobre Segurança Química, de um curso que meu gerente quer que eu ministre, e acabei relendo algumas páginas do livro "Primavera Silenciosa", de Rachel Carson.
Em síntese, este livro expõe os riscos da utilização dos produtos químicos, com ênfase em pesticidas organoclorados (DDT) e os males que causam em nosso meio ambiente. Enfim, não quero rebobinar 50 anos de história aqui e sim mostrar o quanto estamos - enquanto sociedade civil - deteriorando absurdamente nosso planeta.
Antigamente as empresas eram as grandes vilãs da poluição mundial. Atualmente temos legislações ambientais cada vez mais restritivas. Até uma simples oficina mecânica tem que fazer seu manifesto de resíduos com a destinação do óleo lubrificante usado.
Mas e quanto ao resíduo doméstico, o que fazemos? Porque nossas ruas são tão sujas, porque temos tantos vetores de doenças em nossas cidades?
Simplesmente porque nossa prefeitura não cumpre seu papel fiscalizador. É como se fosse a mãe de um filho mimado (sociedade) que coloca embaixo do tapete as marcas dos erros do filho.
As pessoas estacionam nas calçadas, jogam lixo na rua, criando verdadeiros lixões. A prefeitura não cuida dos vazamentos de água em suas ruas.
No Rio de Janeiro entrou uma lei que proíbe o motorista de ônibus a dirigir a mais de 50Km, passível de multa. Gente do céu!!! Os motoristas continuam a 80Km, e esta lei ainda virou motivo de chacota!
As legislações que tratam de multas são apenas objetos de barganha. Os fiscais não fiscalizam, o canal de reclamações da prefeitura são apenas para constar.
E na realidade os que estão no poder são apenas reflexos da sociedade mal-educada e permissiva - que somos nós mesmos!
O que precisamos na realidade é de um poder público presente e austero, capaz de dizer NÃO à corrupção que ronda nossos prefeitos, governadores e servidores públicos.
Antigamente apenas a primavera era silenciosa.
Hoje em dia, não escutamos um único som de todas as estações.
foto: Rosângela

Até a próxima!

2 comentários:

  1. Bela a foto do inseto. E me faz pensar: a natureza continua resistindo.

    ResponderExcluir
  2. Apesar de tudo, meu amigo, apesar de tudo...
    a Natureza continua suportando nossa pesada pegada ecológica, mas até quando???
    Abraços!

    ResponderExcluir