27 de fevereiro de 2011

FAÇA VOCÊ MESMO (4): Adesivos de Parede

Como você sabe, domingo é "Dia de Artes". Eu sempre estou pensando em um jeito de dar um upgrade em algum cantinho aqui de casa, e hoje eu fui colar adesivos... sabe como é ... síndrome do bicho carpinteiro!!
No nicho ao lado da escada de acesso ao 2º andar, eu coloquei a adega que eu fiz com decoupage, e ficou um cantinho bem legal. Só que eu sempre me incomodei com o "teto", ou seja, a volta da escada. Aquela coisa branca e sem sal para quem olha a escada, com seu vitral lindo de mais de 3 metros, por onde entram as folhas do bougainville. No vão da escada existe um adesivo floral, e não sei se dá para ver, mas as borboletas começam a "voar" desde o patamar.
Então eu comprei adesivo do site Dona Cereja e fui colocar hoje. Escolhi um pequeno que não contrastasse com a parede, ou que "saltasse aos olhos", e veja como ficou legal!
Bem discreto, mas quebrou aquele teto sem sal, não acha?
Quando estava navegando no site, teve uma novidade que eu achei o máximo! Um relógio-adesivo. Uma gracinha!
Eu queria colocar um relógio na minha parede do quarto mas não queria nada comum, porque ainda vou mobiliar este canto do quarto com uma escrivaninha.
E neste site, eu consegui este relógio. A moldura dos números é de adesivo e a máquina do relógio é de verdade e fica bem legal!
 
Bom, a escrivaninha vai demorar um pouco porque ainda estou procurando em brechós para reformar... mas o relógio ficou uma graça, não acha? 


Até a próxima!



14 de fevereiro de 2011

FAÇA VOCÊ MESMO (3): Estantes de metal

Quando eu era pequena, sempre via o meu pai construindo e mexendo nas coisas em casa.
Lembro de uma vez que ele montou um jogo de sofás para nossa sala (obs: meu pai era militar!!!) e eu queria muito ajudar. E como se eu o estivesse escutando agora, ele disse que eu ajudaria muito segurando as tachinhas do acabamento, porque era a parte mais importante, pois deixaria o sofá bonito. E assim eu cresci ajudando meu pai.
Há alguns anos meu pai virou estrelinha no céu, e os momentos que faço minhas "artes" em casa são os que mais nos aproximam hoje em dia. Confesso que chego a conversar com ele sobre o destino do móvel.
Nestas férias eu comprei duas estantes de ferro e resolvi fazer uma "licença poética" de Modrian, que sou apaixonada e já desenhei outras coisas.
Pintei as estantes com tinta epoxi vermelha e amarela. E vejam o resultado!
Embora esteja muito bagunçada ainda e sem a decoração, dá para ter uma idéia de como ficou legal! Quando o escritório estiver totalmente decorado eu mostro para voce, ok?
Para quem quer dar um toque legal naquela estante cinza que é hor-ro-ro-sa, uma mãozinha de tinta a deixa fashion!
Estas aí estão em um quarto que estou transformando em escritório, e para fechar as cores primárias do mestre, a cadeira é azul. rsrsrs
E sabe o que é melhor de tudo? Acabo de ver em um site famosíssimo de móveis modernos uma estante semelhante, com "preço casa" de R$ 795,00. Ah... sabe quanto eu paguei por cada uma delas? R$ 100,00!!!
Se eu fosse voce, dava uma lixada nesta estante velha que voce está doido para jogar fora, dava uma mão de tinta da sua cor preferida e transformava a caidinha por um belo exemplar moderno!!
Até a próxima!!!

13 de fevereiro de 2011

FAÇA VOCÊ MESMO (2): Sachês e Aromatizadores

Meu primeiro emprego como química foi em uma empresa de cosméticos. A parte que mais gostava era quando eu manipulava as essências em busca de novos perfumes. Os diversos buquês, que vão sendo liberados aos poucos em cada combinação, me deixavam inebriada!
O tempo passou, mudei de emprego, de foco profissional, de vida, mas a paixão por aromas continua o mesmo. Confesso ser compulsiva por perfumes, por essências, por cheiros...
Eu sempre gostei da minha casa bastante cheirosa, faço questão de chegar em um cômodo e sentir um aroma leve no ar.  Assim, eu sempre gostei de fazer coisas para deixar esta marca registrada na casa.
O aroma que amo de paixão  é a lavanda inglesa. Tudo meu é à base deste cheiro. Eu amava a English Lavander de Yardley of London, mas está tão difícil de achar!!!
Uma das coisas que gosto de fazer, e coloco principalmente onde guardo roupas de banho, são saches à base de incenso (!!!!). Isso mesmo, incenso. 
Quando vamos a estas lojas que vendem material para casa, chegamos a ver saches para perfumar a roupa por até R$ 15,00, o que eu acho um absurdo! Eu faço o meu por menos de R$ 1,00!!!
E como se faz? Pegue alguns incensos, quebre-os em pedaços menores e envolva-os com papel manteiga, como um saquinho. O papel manteiga que é poroso, deixa todo o aroma do incenso passar pelos poros, sem que deixe escapar o pózinho. Quanto mais incenso mais forte fica. Coloque no armário e terá roupas deliciosas. Simples assim!!!
Para aromatizar o ambiente, eu não gosto de usar estes sprays. Além dos refis serem caros, eu não gosto da quantidade de produto químico que tem lá (é só ler a embalagem). Assim, eu comecei a fazer o aromatizador de forma artesanal, e pode até ser colocado em quartos de criança. Este é um pouco mais elaborado e aí vai a receita:
- Uma garrafinha de vidro. Existem garrafas de água mineral ou meio vinho que são uma graça, além de dar um toque especial na decoração.
- 4 palitos de churrasco. Mais de oito fica feio, e menos não dá muito cheiro. A essência impregna no palito e exala que é uma beleza!
- água
- álcool de cereais 
- essência (hummmm... lavanda... rsrsr)
Misture o álcool e a água na mesma proporção, dependendo do tamanho da garrafa. Adicione 20 ml de essência e misture bem. Corte as pontas dos palitos de acordo com a garrafinha e coloque-os dentro, virando sempre para liberar o aroma. Eu costumo virar os palitinhos diariamente.
Se você quiser, pode enfeitar a garrafinha, como eu fiz com um pedaço de filó. Olha como ficou fofo!
São dicas bem legais e fáceis, que vão fazer sua casa deliciosamente cheirosa! Além de economizar na compra de aromatizadores nas compras do supermercado.
Até a próxima!!!

11 de fevereiro de 2011

COMO MINHA VÓ DIZIA (1)...O MUNDO É REDONDO E SEM QUINA PARA NINGUÉM SE ESCONDER

Minha vó era um espírito especial, iluminado.
Embora ela não soubesse ler nem escrever, ela passava mais ensinamento do que qualquer livro de auto-ajuda.
Ela tinha o hábito de expressar suas opiniões através de ditados brilhantes!
E mesmo hoje em dia, quando estamos conversando sobre algum problema em família, minha mãe ou minha tia sempre terminam com: "como sua vó dizia..."
Então resolvi dividir no mundo virtual o que esta velha índia, quando reencarnada, dizia; porque já há algum tempo ela virou estrelinha.


"O MUNDO É REDONDO E SEM QUINA PARA NINGUÉM SE ESCONDER"


Essa é a frase que minha vó dizia que eu mais gosto.
Toda vez que alguém nos causava algum mal, eu sempre escutava esta frase.
E nela está implícita a Lei de Ação e Reação.
Não adianta fazer o mal, seja por atos ou palavras, uma hora, um dia, uma reencarnação, a Lei de Deus vai agir, fazendo com que as arestas sejam aparadas entre o que causou o mal e o Universo.
Às vezes as pessoas vão agindo equivocadamente, fazendo o mal e ali na frente se encontram conosco de novo. Olha o mundo redondo!
Também não adianta mentir, não adianta fazer as coisas escondidas, a Verdade é soberana a qualquer vontade nossa, e isso faz parte da Harmonia Universal.
Esta semana aconteceu algo assim, um fato muito engraçado e sem o menor propósito
Um conhecido disse que iria viajar, e que faria conexão em SP, ficaria um tempo no aeroporto e depois ia pegar um vôo que duraria 3 horas mais ou menos.
Calhou de eu precisar de falar com esta pessoa sobre um assunto que aconteceu e o celular estava desligado. OK! Mandei um torpedo.
Como o aviso de leitura registra o horário de recebimento do torpedo, adivinhe!  O rapaz recebeu o torpedo no meio do "vôo de três horas"
E sem qualquer necessidade, talvez pela vício de mentir este conhecido me disse que a bateria acabou e que não tinha como saber que eu tinha ligado. Só conseguiu ligar o telefone no dia seguinte, quando achou o carregador.
Ué... então como ele recebeu a mensagem no meio do vôo, de madrugada?????
Meu amigo! Como as pessoas mentem e sequer se prestam a "mentir direito"! kkkkk
Alguns estão tão acostumados a mentir que nem param para contar uma historinha factível!
E acredite se quiser - sem necessidade de mentir. Não havia porque contar uma historinha destas.
Isso pode até ser considerado como uma doença, a PSEUDOLALIA, ou vício de mentir.
E eu, cá no meu silêncio, fico pensando...
será que estas pessoas que mentem pensam que todos os demais são burros?
sei lá... tantos se acham tão espertos!
até a próxima!!!