31 de dezembro de 2011

Presente para você

Se um dia ao acordar, você encontrasse ao lado de sua cama, um lindo pacote embrulhado com fitas coloridas, com certeza o abriria para ver o que haveria dentro.
Talvez houvesse ali algo de que você nem gostasse muito. Então guardaria a caixa, pensando no que fazer com aquele presente.
Mas, no dia seguinte, lá está outra caixa. Mais uma vez você abre correndo e, dessa vez, há alguma coisa da qual goste muito.
Uma lembrança de alguém distante, uma roupa que viu na vitrine, um casaco para os dias de frio ou simplesmente um ramo de flores de alguém que se lembrou de você.
Isso acontece todos os dias, mas nós nem percebemos.
Todos os dias quando acordamos, lá está, à nossa frente, uma caixa de presentes enviada por Deus especialmente para nós: um dia inteirinho para usarmos da melhor forma possível.
Às vezes, ele vem cheio de problemas, coisas que não conseguimos resolver, tristezas, decepções, lágrimas.
Mas outras vezes, ele vem cheio de surpresas boas, alegrias, vitórias e conquistas.
O mais importante é que todos os dias, enquanto dormimos, Deus embrulha para nós com todo o carinho, nosso presente: o dia seguinte.
Ele cerca nosso dia com fitas coloridas, não importa o que esteja por vir.
A esse dia quando acordamos, chamamos presente, o presente de Deus para nós.
Nem sempre Ele nos manda o que esperamos ou o que queremos.
Mas Ele sempre nos manda o melhor, o de que precisamos e que, muitas vezes, pode ser mais do que merecemos.
Abra seu presente todos os dias, primeiro, agradecendo a quem o mandou, sem se importar com o que vem dentro da embalagem. Sem dúvida, Deus não se engana na remessa dos pacotes.
Se hoje não veio o presente que você aguardava, espere.
Abra o de amanhã com mais carinho, pois pode ser que, a qualquer momento, os seus sonhos cheguem embrulhados em um presente, de acordo com os planos de Deus para você.
Deus não atende as nossas vontades e sim nossas necessidades.
*  *  *
Agradeçamos a Deus por cada dia a mais que temos a oportunidade de viver.
Cada dia é realmente um presente de Deus.
Em um dia apenas podemos ter mais uma chance de aprender algo novo sobre a vida ou sobre nós mesmos, de corrigir um erro, de tropeçar, levantar e nos sentirmos mais fortalecidos, de perdoar ou sermos perdoados.
É outra chance que temos de crescer como Espíritos e dar mais um passo em direção à felicidade.
Agradeçamos por mais um ano que se finda no calendário da nossa vida.
Agradeçamos infinitamente, por mais um ano que se inicia em nosso calendário.
Ter um ano inteiro pela frente é como ter um caderno em branco aonde se vai caligrafar.
Nesse caderno podemos deixar registradas histórias coloridas ou em preto e branco, de amores ou dores, de luzes ou de sombras.
Tudo dependerá do que carregarmos em nosso íntimo. A escolha pelo caminho do bem, da resignação, da fé e do amor é de cada um.
Que nossas escolhas agradem a Deus, para que um dia a realização dos nossos sonhos faça parte do plano Divino.

Redação do Momento Espírita, com base em
 mensagem de autor desconhecido.
Em 31.12.2011.

24 de dezembro de 2011

DESEJOS

Sabe aquele blog que você resolve criar de forma displicente, apenas para se expressar, para levar pelo mundo os seus pensamentos?
Um blog que te possibilita ser platônica e que o próprio Platão te oferece uma nuvem para você viver no mundo das idéias?
Pois este blog é isso tudo, e um pouco mais. E o bom de tudo é descobrir que existem tantas outras pessoas morando nas nuvens que eu não me sinto só!
E é a você que compartilha comigo estas histórias, que eu desejo...

DESEJOS 
Desejo a você...
Fruto do mato 
Cheiro de jardim 
Namoro no portão 
Domingo sem chuva 
Segunda sem mau humor 
Sábado com seu amor 
Filme do Carlitos 
Chope com amigos 
Crônica de Rubem Braga 
Viver sem inimigos 
Filme antigo na TV 
Ter uma pessoa especial 
E que ela goste de você 
Música de Tom com letra de Chico 
Frango caipira em pensão do interior 
Ouvir uma palavra amável 
Ter uma surpresa agradável 
Ver a Banda passar 
Noite de lua cheia 
Rever uma velha amizade 
Ter fé em Deus 
Não ter que ouvir a palavra não 
Nem nunca, nem jamais e adeus. 
Rir como criança 
Ouvir canto de passarinho. 
Sarar de resfriado 
Escrever um poema de Amor 
Que nunca será rasgado 
Formar um par ideal 
Tomar banho de cachoeira 
Pegar um bronzeado legal 
Aprender um nova canção 
Esperar alguém na estação 
Queijo com goiabada 
Pôr-do-Sol na roça 
Uma festa 
Um violão 
Uma seresta 
Recordar um amor antigo 
Ter um ombro sempre amigo 
Bater palmas de alegria 
Uma tarde amena 
Calçar um velho chinelo 
Sentar numa velha poltrona 
Tocar violão para alguém 
Ouvir a chuva no telhado 
Vinho branco 
Bolero de Ravel 
E muito carinho meu. 
(Carlos Drummond de Andrade) 

Boas Festas!

17 de dezembro de 2011

A COZINHA E EU (7): Filé à Rô

Bom... quando eu estou meio estressada (e tenho andando muito assim rsrs) eu gosto de cozinhar. Fico tão absorta no que estou fazendo que não penso nos problemas do dia-a-dia.
E eu estava assim na sexta-feira...
Resolvi inventar um prato para o jantar de sexta, e assim surgiu o Filé à Rô.
Vamos lá!
Ingredientes:
- 500gr de filé mignon (inteiro)
- mostarda preta
- molho shoyo
- 2 dentes de alho
- noz moscada
- pimenta do reino
- alecrim

Modo de fazer:
1. passe os dois dentes de alho no filé mignon
2. besunte totalmente o filé com uma mistura de mostarda preta e molho shoyo
3. Coloque a carne em um pirex, cubra com papel alumínio e coloque no forno médio por uma hora. 
4. Após este período, retire o filé e no caldo que ficou adicione a noz moscada, a pimenta do reino e o alecrim.
5. Corte o filé em tiras grossas (para não ressecar).
5. Devolva a carne para o pirex e deixe secar o caldo, mas não deixe secar completamente, para colocar em cima da carne quando for servir - cuidado que seca rápido.

Uma dica, não coloque sal, o molho shoyo já tem sal o suficiente para a carne ficar no ponto.
Eu servi com arroz branco e batatas.
E claro! um delicioso Pinotage sul africano Danie De Wet
Até a próxima!

11 de dezembro de 2011

O Cantinho Sommelier da Casa

Nós temos um cantinho embaixo da escada que eu já havia colocado o material dos vinhos, da adega que fiz em decoupage. Inclusive já havia escrito sobre a adega em um post anterior. Com a mudança da sala, resolvi criar o "Sommelier da casa" , um presente para eu curtir seus vinhos com elegância.
Então criei o "Cantinho Sommelier"
Comecei com um tapetinho para dar uma clareada no chão.
Depois coloquei uma mesinha que AMO junto com a cadeira que havia restaurado no ano passado. Esta cadeira foi encontrada nos entulhos da casa quando a dona anterior se mudou.
Para dar o toque final, coloquei o livro Larrouse do Vinho. Assim sempre que eu quiser ler alguma informação sobre os vinhos, posso consultar ali mesmo.
Também temos outros livros interessantes sobre o tema e uma coleção sobre todos os tipos de vinho que foi publicada pela Folha de São Paulo, e que lugar melhor para guardar do que este novo cantinho?
Mas como disse no post anterior, sempre temos uma história para contar.
As taças de degustação de vinho (cristal da Boemia) repousa sobre uma bandeja que eu trouxe da Casa de Pablo Neruda, em Isla Negra. Na ocasião estive no museu e claro, chorei muito em conhecer a casa de uma grande paixão. Escrita na bandeja está gravado o texto de um poema dele.
Aproveitando o embalo do meu lado artístico, ontem vi um blog com uma guirlanda de rolhas de vinho, e disse que "você tem a rolha, o arame, a cola quente"...
 Aí resolvi fazer uma guirlanda de rolhas. Ficou bem legal! Super original para a nossa porta. Como a nossa porta é de vidro, fotografei também na parede para vermos os detalhes.


Na realidade eu não usei arame. Recortei uma circunferência com papelão grosso e passei uma fita verde em torno dele, depois colei com cola quente o arranjo da parte inferior (parte de um arranjo de mesa velhinho que ia ser descartado) e depois fui colando as rolhas. Entre as rolhas mais afastadas, coloquei sementes secas vermelhas e finalizei com as bolas de Natal penduradas. Foi muito rápido e fácil fazer esta guirlanda linda!


Até a próxima!

10 de dezembro de 2011

"A Gente Encontra o Próprio Estilo Quando Não Consegue Fazer as Coisas de Outra Forma"

Certa feita, um amigo meu veio à nossa casa (quando ainda morávamos no apartamento) e ele começou a perguntar sobre os objetos da sala.
Daí eu comecei a contar histórias sobre cada um deles, da compra nas viagens, nas lojas, nas exposições... o que cada um deles representava.
Aí ele me disse que eu não tinha simplesmente uma casa, eu tinha uma história. Nunca mais esqueci disso que ele falou... e a vida seguiu.
Quando nós nos mudamos para esta casa, há três anos atrás, eu comecei a imaginar uma sala que pudesse contar uma história, que tivesse um pouco da nossa vida, da nossa forma de ser em cada canto. E aí eu comecei a montar a sala na cabeça.
Aqui em casa todos gostam muito de música, de filmes, etc. Eu não compro filme pirata. Todos aqui em casa são originais, e onde então armazenar tantos DVD e CD em um lugar só?
Assim eu já tinha comprado duas torres para os DVD. Afinal, onde guardar os shows do Santana que Claudionor tanto gosta?
E o rack branco para a vitrola de vinil. Afinal, cade coragem de me desfazer dos meus discos de rock originais - que ainda tocam? (Detalhe do vinil comemorativo dos 30 anos do Dark Side of the Moon em cima do rack)
Eu também quis fazer uma sala onde estivesse patente o meu amor pela arte, em especial a Mondrian, que é um artista que amo de paixão. E ele tem uma peculiaridade que me faz gostar mais ainda dele.. ele amava dançar, e adorava ir aos bailes para dançar as Big Bands, igualzinho como meu pai amado fazia quando ainda estava aqui conosco.
Então eu desenhei um Home Theater para acomodar todos os aparelhos e CD e DVD em um lugar só. Assim eu criei este móvel abaixo, onde a TV foi incluída para parecer uma parte da pintura de Mondrian.

quadro de Mondrian
 Outra coisa que eu amo são os meus quadros de Camile Claudel e Rodin, que fazem parte de um cantinho na  sala. Eu comprei quando tive a oportunidade de ver a exposição das obras dos dois artistas. O quadro de Camile fica um pouco abaixo do de Rodin pois a discípula, embora maravilhosa, não conseguiu suplantar a perfeição do mestre. E ela enlouqueceu de amor por ele...

O abajur foi comprado na Tok Stok, que fez alguns objetos em homenagem a Mondrian.
Para fechar o "quadro", mandei fazer cortinas simples, de tecido cru mas com uma barrinha bordô para dar um contraste. O nosso sofá é de dois lugares, para ficarmos juntinhos na sala tomando vinho e vendo nossos DVD (Quando temos convidados, temos puffs para sentar).
 Eu adoro este espelho que fica entre as duas janelas. Ele é feito de posters antigos na moldura vitrificada , bem legal mesmo. Só viu este na loja que comprei.



Eu queria uma sala aconchegante, onde todos se sentissem bem-vindos, abraçados, queridos, uma sala que trouxesse alegria de estar ali. O que melhor do que o quadro de Romero Britto - O Abraço?
O tapete é daqueles deliciosos ao toque, tipo "quero ficar descalço" da loja Lá na Nanda. Muito bom!
Até a próxima!!!

26 de novembro de 2011

DESAPEGA QUE A VIDA CARREGA!

Há algum tempo atrás, eu vi um buraquinho estranho em uma blusa. E não era um buraquinho feito pelo mau uso de um broche.
Eu percebi a infestação de traças no meu closet. E isso é um problema. E acho pior do que qualquer praga urbana, mesmo porque geralmente a traça come aquela roupa que você mais ama.
Chamei a desinsetizadora e cá estava minha casa de uma hora para outras de pernas para o ar.
Imaginem uma casa onde tudo é de madeira, todos os armários embutidos, closet, despensa, armários de cozinha, de banheiro... enfim!
E não precisa perguntar se o gelzinho não seria melhor, se funciona. Traça é diferente de barata, e voce tem que impregnar a madeira com o inseticida -  e esperar secar por cerca de 24 hs.
Dois dias de bagunça total - E eu que gosto de tudo arrumadinho, pirei!! rsrsrs
Mas de toda experiência negativa, temos que tirar algo de bom.
Eu e Johann nos animamos para fazer aquela separação básica para doação. Johann espichou e perdeu muita roupa nova.  E eu? bom... uma engordadinha básica, rsrsrs
No fim da história, a bagunça teve um fim providencial e estaremos levando toda esta roupa que não usamos mais para um bazar beneficente.
E sabe a impressão que tenho? Não só as traças dos armários se foram, mas as traças do apego que temos também.
E neste fim de ano, que tal fazer uma faxina nas coisas que não usa mais, nos pensamentos que não combinam mais com você, com a postura em relação ao mundo que já está ultrapassada??
E assim, como ouvi um vez: DESAPEGA QUE A VIDA CARREGA!!!
Até a próxima!

24 de novembro de 2011

O HOMEM NOVO

Hoje eu recebi um link da Lilly muito bom.
O Augusto Martini, do blog Simplicidade das Coisas falando sobre o Homem Novo, em um artigo do editor Chefe da Revista Época.
Muito bom, mesmo! E vale a pena pontuar algumas coisas que ele fala.
Comentando sobre o Homem Antigo, ele fala algo que me chamou muito a atenção:
O Homem Antigo é invariavelmente provedor (que o Homem Novo nem sempre é), mas pouco sabe da casa e da rotina dos seus filhos, embora possa estar por ali, meio entediado, porque a vida de verdade está lá fora.
A mulher moderna continua fazendo as mesmas coisas que sempre fez, mas agora trabalha fora, estuda, enfim, acaba tendo uma tripla jornada de trabalho.
O homem pode ajudar - e isso é muito importante - na rotina da casa, arrumar, cozinhar,  manter a harmonia da  casa, mas não pode esquecer que mais importante do que a casa arrumada, a geladeira cheia, é ser PARCEIRO. Senão corre-se o risco de, ao invés de formar um lar, formar uma república. 
Quando estudei em Viçosa e morei em república, onde todos trabalhavam para a harmonia e a organização ... e só.
Achei fantástico quando Augusto fala que o homem velho "está por ali", somente isso. 
E fica logo entendiado porque para ele, o que vale é a visão egocêntrica que a vida está porta afora. E simplesmente sai. 
Abandona em casa a oportunidade de ser solidário, de mostrar que se preocupa e sente empatia pelos problemas da companheira. 
Afinal ele dá dinheiro e varre a casa. Já não basta? Ao que mais a mulher pode querer? pensa ele.
A mulher quer alguém que ela possa confiar e conversar sobre aquilo que a aflige. 
É muito? creio que não, pois ela desempenha este papel rotineiramente, sem alarde, e o Homem Velho nem percebe...
Mas vale o alerta ao "Homem Velho". O mundo continua girando, e cada dia é um novo dia, para todos.

Não deixe de ler o blog do Augusto, vale muito a pena.Escrito por um homem que sabe que vale a pena ser "novo"

Até a próxima!



13 de novembro de 2011

Stress Total: eu tô avisando... (editado)

Esta semana tem sido uma semana bastante estressante. Sabe quando as coisas, para se resolverem, movimentam uma energia muito grande sua???
Exames médicos, formulários, excesso de trabalho, demandas de todos os lados... assim foi esta semana e assim será a próxima semana.
Amanhã já vai ser tomado por periódico e risco cirúrgico - isso mesmo, vou operar de novo!!!
Aí eu quero ficar quieta no meu canto, e ninguém deixa!!! Ô coisa chata!! Será que não posso ficar quieta um pouquinho???
E quando não conseguimos sair da tristeza que toma conta, rezamos a Deus por um pouco de paz e recebemos um presente da providência divina.
Acabei recebendo este texto abaixo, da minha querida amiga Laila, que está distante, mas nunca ausente, e melhor! parece que percebeu meu astral e me mandou este material, atribuído a Drauzio Varella.
Até a próxima!

6 de novembro de 2011

VIDA SIMPLES: Como é complexa esta escolha!

Eu não sei o que acontece comigo, às vezes me pergunto se a minha forma de pensar se encontra dentro de uma "curva normal de distribuição". Tenho minhas dúvidas...
Um dia destes eu estava no Hortifruti comprando minhas frutas, quando me deparei com um mamão orgânico. Preço?? Caríssimo!!! Mas, mais do que o preço caro o que me incomodou foi ele vir em uma bandeja de isopor e embrulhado em filme de PVC.
E aí eu pensei... "gente do céu! prefiro o mamão comum na minha sacola reciclável do que o organicamente poluente. Sim, porque só o plástico demora cerca de 450 anos para se degradar.
Então comecei a pensar em como nossas escolhas na busca de uma vida mais simples tem uma complexidade de decisões tão grande! No fato que narrei acima, eu somei não só o produto em si, mas também o meio ambiente. E claro, fico imaginando a máquina aqui dentro funcionando feito louca para poder processar a informação e decidir - quero mamão comum.
Coisa de doido né?
E se a gente analisar direito, todas as nossas mínimas escolhas usam um processo extremamente complexo. Quer ver um exemplo? Comprar ou não uma roupa nova. Compro por que sou compulsiva? Compro porque estou deprimida e quero uma válvula de escape? Compro esta porque é mais barata? Compro a outra porque está na moda? Ou será que não compro nenhuma simplesmente porque não preciso de mais uma peça de roupa?  E neste instante que decido passa pelas emoções a questão da vaidade, do orgulho, das frustrações, enfim, passa toda a complexidade de escolhas deste Homem Integral.
É para pensar ... ou não!! Simplesmente porque hoje é domingo, e fim.
Até a próxima!!

1 de novembro de 2011

VOLTANDO PARA "CASA" - Tagore

Uma das coisas que vez ou outra escuto no meu trabalho é "aqui eu emburreci".
Não concordo com isso, acredito que aquilo que conquistamos de valores e cultura, seja no trabalho, na vida social, na família, gente leva para todas as nossas vidas.
Então, eu não acredito que emburreci, mas simplesmente estacionei.
E talvez por ficar algum tempo estacionado, a gente enferruja um pouco, mas se lubrificarmos direitinho, a vida volta ao normal e retorna à sua marcha evolutiva.
E esta é a minha proposta atual, e para desenferrujar um pouco, nada melhor do que as maravilhosas palavras de Tagore, um dos meus grandes amores!
Rabindranath Tagore é um poeta indiano (1861 / 1941) ganhador do prêmio Nobel de Literatura e portador de uma sensibilidade única.
E é ele o porta-voz de meus sentimentos...

Cântico da EsperançaNão peça eu nunca 
para me ver livre de perigos, 
mas coragem para afrontá-los. 

Não queira eu 
que se apaguem as minhas dores, 
mas que saiba dominá-las 
no meu coração. 

Não procure eu amigos 
no campo da batalha da vida, 
mas ter forças dentro de mim. 

Não deseje eu ansiosamente 
ser salvo, 
mas ter esperança 
para conquistar pacientemente 
a minha liberdade. 

Não seja eu tão covarde, Senhor, 
que deseje a tua misericórdia 
no meu triunfo, 
mas apertar a tua mão 
no meu fracasso! 

Rabindranath Tagore, in "O Coração da Primavera" 
Tradução de Manuel Simões]

30 de outubro de 2011

FAÇA A VIDA VALER A PENA!

Hoje fui levar meu "bebê" para fazer prova para a escola técnica.
Meu filho cresceu,sem me pedir permissão, e quando vi, lá estava ele, subindo pelas escadarias da UERJ, com passo firme, sem olhar para trás.
Percebi (com uma pontinha de nostalgia) que agora, ele faz as suas escolhas, da blusa que usa, à profissão que quer seguir, enfim, o caminho agora é dele.
Há algum tempo que estou pensando em algumas mudanças em minha vida, ou melhor, pensando em mudar a vida, e agora que o filhote está começando sua própria jornada, tenho menos bagagem a carregar, menos preocupação na hora de fazer meus planos.
Agora é a hora de pensar em mim, de retomar os sonhos que ficaram momentaneamente adormecidos devido às prioridades como mãe.
E vamos em frente!!
Até a próxima!!

29 de outubro de 2011

VINHO DA TUNISIA - Grata Surpresa!

Hoje eu tive uma reunião pela manhã, e como terminou bem tarde, aproveitamos para almoçar em um restaurante-adega muito bom e Jacarepaguá, o Castelo do Vinho.
Além do bolinho de bacalhau ser uma delícia, existem a opção de você escolher o vinho na adega e pedir para resfriar e tomar junto com a refeição.
Como eu já disse, a variedade de vinho que mais gosto é o Pinot Noir. Como eu já havia degustado vários da America do Sul e da Austrália, Claudionor deu a ideia de experimentarmos um totalmente diferente, procedente da Tunisia.
Isso mesmo! Tunisia!
E que grata surpresa! O vinho Carthagé é maravilhoso, pegamos a safra de 2009 e foi saboreado com uma carne vermelha bem temperada que foi um almoço dos deuses!
Nunca escutei falar desta qualidade de vinho em um país com tão pouco renome em vinhos.
Da próxima vez que encontrar um vinho tunisiano, olhe para ele com carinho e deguste-o, você não vai se arrepender!

Até a próxima!

21 de outubro de 2011

ESCOLHA ERRADA: Um Hotel Fazenda que é pura enganação!!

Semana passada a Happy Family tinha resolvido fazer um passeio familiar. Há algum tempo A.G. tinha visto na internet um hotel fazenda bem legal e com preço bastante acessível.
Pela internet parecia ser uma delícia! Inclusive com piste de skate, que para Johann seria maravilhoso! Até programamos para levar "o vizinho", o melhor amigo de Johann - André - pois as instalações seriam dois chalés separados para eles curtirem a privacidade.
Este hotel fazenda é o Hotel Fazenda Três Poderes, em São Sebastião (SP). Este hotel devia ser processado por propaganda enganosa!!
Em primeiro lugar, de tudo o que é listado no site, o hotel só conta com o espaço da foto principal. O hotel "dá a entender" que é tudo aquilo que está no site, mas na verdade é muito ruim!
Sabe a tal pista de skate que eles colocaram? é a pista de skate da cidade da Caraguatatuba!!! Lá só tem mesmo o toboágua, que por sinal estava fechado.
E aí segue a sucessão de aporrinhações:
- eles possuem uma sala de jogos, mas ... para jogar sinuca, se paga R$ 2,00 por ficha e para jogar ping-pong se comprar a bolinha por módicos R$3,00, e eles ainda "fazem o favor"  de te emprestar as raquetes. Totó?? R$ 1,50 a ficha... UM ABSURDO!!!
- stress no refeitório... eu que sou fresca até dizer chega com relação à louça, tive que beber em copo descartável porque não usam copo de vidro. Imagina! Um hotel inteiro só com copinho plástico! (eita meio ambiente)
Já pensou você na sua lua de mel brindando seu casamento com guaraná (não tem bebida alcoólica) em copos de plástico...
- No chalé, tivemos algo bem pior! O meu chuveiro queimou, o banheiro estava com vários fios de cabelo negros e compridos (já viram como sou loirinha???) e o golpe mortal... o meu chalé tinha carrapato!
Sabe a propaganda dos animais exóticos?? era bonitinho para o pavão (chalé dos meninos), mas no chalé que ficavam as cabras?? eu não queria dormir lá não! ô fedor!!!
Acho legal um hotel fazenda, mas os animais devem ficar em um local separado dos alojamentos, justamente para evitar problemas de higiene, parasitas e etc.
Eu até gostei dos bichos (exceto o carrapato na minha cama), e tirei dezenas de fotos do pavão, para pegar um close legal.
Eu não recomendo este hotel para ninguém, pura enganação e aborrecimento. Bom.. pelo menos algumas fotos ficaram legais!
 
 

Saímos de lá logo no dia seguinte e ficamos em um hotel super simpático no centro de Caraguatatuba, perto da rampa de skate. os meninos adoraram! Levaram guitarra, violão, skate, foi a festa deles!!
Até a próxima!

19 de outubro de 2011

DICA DE ECOLOGIA DOMÉSTICA: Copos para Festa

Esta semana eu vi em um blog que acompanho, o Inspire e Decore, uma ideia muito boa para festas que consomem uma quantidade excessiva de material descartável, principalmente ao ar livre, como churrascos.
Me incomoda bastante o gasto de material, nem tanto pela grana, mas pelo impacto causado ao meio ambiente, que dependendo do tipo de plástico dura cerca de 450 anos para se decompor
Assim, com tanto plástico sendo jogado fora, amei a proposta deste blog  e faço questão de dividir com vocês. Além de ficar bem legal, criativo, dá um "eco-toque" nos nossos convidados.
E aí, gostaram? Vamos divulgar esta idéia?
Até a próxima!

17 de outubro de 2011

SERRA DA CANASTRA- Primeiro Sopro de Vida do Velho Chico

Neste fim de semana fomos ao aniversário da filhota linda de um casal de amigos na cidade de Passos(MG). Como eu estava de folga e fui um dia antes, tive a oportunidade de conhecer no fim de semana a nascente do Rio São Francisco, no Parque Nacional da Serra da Canastra.
Nascente do Rio São Francisco - Serra do Canastra (São Roque de Minas)

 
Existem pessoas que dizem que a nascente começa em outro lugar, mas na dúvida, eu segui o que está descrito no Ministério da Integração Nacional (fonte confiável), que identifica São Roque de Minas como o local da nascente
Nem preciso dizer o quanto me emocionei em conhecer o "berço do Velho Chico". Na entrada da pequena nascente existe uma estátua de São Francisco de Assis com sua oração gravada. Emocionante demais!
Lago que forma a Casca d'Anta 
Primeira queda d'água
piscina antes da queda pela encosta

Nesta região, acima do maciço da Serra da Canastra, tem a nascente da famosa cachoeira Casca D´Anta, a maior queda d'água do Rio São Francisco. Vejam como ela está no início, na chamada parte alta e como ela está na parte baixa da Serra, com uma queda de 186 m.
No dia seguinte, pegamos ao carro de novo e fomos para a entrada da Serra da Canastra pela cidade de Vargem Bonita, que abriga a Casca d'Anta na parte de baixo.
Visão da cachoeira ainda a caminho do Parque
Vista Geral da Serra da Canastra
Para chegar à parte de baixo da cachoeira, existe uma trilha super fácil de cerca de 1km mata adentro que dá na piscina dela. A visão é belíssima!
Nesta "brincadeira" percorremos cerca da 1.700 km no fim de semana,mas valeu a pena. Chegamos mortos no Rio, às 23:59hs de domingo (olhados no relógio rsrsrs), mas felizes igual pinto no lixo!
E a gente, que só tinha na programação a festinha da Dani, acabamos conhecendo uma das grandes maravilhas de nosso querido país. Como que rola isso? Fácil... no carro já tinha o kit "Programa de índio" composto de sapato de montanhismo, repelente, garrafa d'água e filtro solar.
e aí é só repetir a mesma palavra duas vezes:
- Vamos???
- Vamos!!!

Até a próxima!!!

1 de outubro de 2011

ABORRECENTES: Será que realmente existem??

No meu post passado, eu recebi um comentário da Márcia, do blog "Eu Quero Simples" bem legal. Ela me disse que Johann nunca vai esquecer a emoção que passou no Rock in Rio ao ver seus ídolos. Eu concordo plenamente com ela.
E comecei a pensar sobre um comentário que às vezes as pessoas fazem sobre seus filhos adolescentes que são isso, que são aquilo etc.
Quando nossos filhos são pequenos, a gente curte vê-los fazendo gracinha, descobrindo o mundo mas ainda completamente dependentes e subservientes à nossa vontade.
Quando chegam na fase adolescente, suas necessidades de descobrir o mundo, ser aceito pelo grupo é acrescida por uma boa dose de hormônios.
E como eles estão descobrindo o mundo, nossas experiências não dizem muita coisa para eles - mas nossos valores sim!! E muitos pais confundem isso. Eles tem que passar pelas suas próprias experiências, e não se conformar com as nossas, pois assim não há aprendizado.
Agora, às vezes queremos que eles formem seu caráter de acordo com a nossa experiência e não nossos valores. Não falamos claramente sobre isso e queremos que eles nos entendam.
Eu sempre falei com Johann sobre drogas, bebidas etc. E neste Rock in Rio tive a oportunidade de demonstrar minha perspectiva sobre esse assunto para ele. Vimos alguns jovens "mortos de bêbados" pelo gramado, passando mal etc. Aí eu falei: "Filho, uma oportunidade única de ver o Metallica (sexta banda) aqui no Rio e esse cara não vai nem chegar a ver o Motorhead (terceira). Valeu a pena ???"
Claro que Johann tem seus altos e baixos, principalmente quando bate a descarga hormonal. Às vezes ele parece o médico e o monstro (rsrsrs) mas eu entendo isso. Só não deixo ele - nestas crises - esquecer os valores que passei, como respeito e educação ao falar com o próximo. Ah... e claro, tentando falar normalmente, afinal como quero que ele respeite ao falar com as pessoas se eu gritar com ele???
Feira cultural - setembro 2011

Até a próxima!!!

28 de setembro de 2011

ROCK IN RIO - Eu Fui...e Vou de Novo!!!

Bom... acho que como dá para perceber em alguns post anteriores, sou roqueira de plantão!
E por benção de Deus, meu filhote também é! No início da "estrada musical" dele, ele andou flertando com o hip hop, usou dread mas finalmente se encontrou musicalmente...e claro, me encontrou na mesma estrada.
E como não podia deixar de ser, nós fomos ao Rock in Rio do dia do Metal.
Tem gente que não gosta, e respeito a opinião. Mas não aceito críticas sobre nossa escolha porque da mesma forma que tem gente que não curte um Metallica, ou Pink Floyd, eu abomino Claudia Leite e CIA. Questão de gosto. E isso quer dizer que gosto e impressão digital, cada um tem a sua.
Para mim foi um momento especial desde a compra do ingresso, a ansiedade do Johann ao se aproximar o evento... a possibilidade de ver seus ídolos ao vivo foi demais!
Eu senti esta mesma emoção pois meu pai gostava de rock também e deixava eu ir aos shows. E isso não tem preço. Herdei dele os exemplos da minha vida, a filosofia de vida, enfim, o que me faz ser a RoPertile.
No ônibus para o RIR, estava todo mundo de preto (!!!) e lembro do Johann olhando tudo, curtindo o momento de encontrar seus semelhantes, rsrsrs.
Quando finalmente entramos da Cidade do Rock e estava começando os primeiros acordes do  grupo "Matanza" ele saiu correndo pro Palco Sunset gritando Matanzaaaaaaaaaaa!!
E dá-lhe show!!!! e pula e canta e sacode o cabelo(claro! é metal!!)
Mas no último show, quando os primeiros acordes do Metallica foram dados, ele chegou a se tremer, gritava tanto, mas tanto que pensei que fosse ter um treco lá. E cantou TODAS  as músicas, tocava a guitarra no ar, enfim...
Foi maravilhoso proporcionar tanta alegria pro meu filhote. Quando estávamos saindo, eu falei para ele : "seu avô me deu esta emoção, eu te dei esta emoção. NUNCA esqueça disso quando teu filho te pedir para você levá-lo a um show de seu ídolo, seja ele quem for"
E como diz a propaganda:
Ingresso Rock in Rio - $$$$$$
Riocard Rock in Rio - $$$$
Alegria em ver nos olhos do seu filho a emoção de ver seu ídolo ao vivo - NÃO TEM PREÇO!!!
Dar ordens e criticar os filhos, é muito fácil. O difícil é estar do lado deles nos momentos que PARA ELES são importantes.

Até a próxima!!!

23 de setembro de 2011

SAUDADES!!!

Então...
Passei por aqui só para dizer para você que estou com saudades!
Tenho trabalhado muito, chegando esgotada no hotel (rsrsrs), pois ando trabalhando fora do meu querido Rio de Janeiro.
Primeiro passei uma semana glacial no Rio Grande do Sul, depois para Macaé, depois dei algumas aulas fora do meu "ninho"profissional.
Agora voltei ao normal, e pensei em vários assuntos... política, viagens, gastronomia, mas enfim,
Só passei por aqui para dizer que tenho...
E em breve volto  a escrever com toda criatividade possível!
Até a próxima!