22 de dezembro de 2010

LA POSTA - Matando as Saudades de Posta del Malbec

Na minha busca por conhecer as vinícolas latino-americanas, eu conheci um lugar maravilhoso da região de Lujan de Cuyo, próximo de Mendonza.
Nestas andanças, conheci uma vinícola chamada Carinae, cujos donos são os franceses Brigitte e Philippe, muito simpáticos! depois, em outro post conto a historia deles e de Carinae... prometo!
Eles me indicaram um lugar para almoçar, chamado Posta del Malbec.
Este lugar foi realmente mágico! Um cantinho super-aconchegante onde recebi o máximo de atenção possível, e o principal, com uma gastronomia divina. Comi um filé com aspargos frescos feitos no Malbec que você não tem noção do que seja!
E o vinho então? Digno do selo de Baco. O vinho escolhido foi um Phebus Cabernet Sauvignon 2004, da vinícola Fabre Montmayou. Comprei um exemplar para degustar em casa, na esperança que ele se reproduzisse na minha adega, o que infelizmente não aconteceu. 
Acontece que este vinho  não é comercializado no Brasil. Imagine minha tristeza. Mas a saída vai ser uma outra viagem à Mendoza rsrsrs!
Ao procurar novos rótulos na minha adega preferida no Rio, a Bardot, acabei encontrando um vinho da mesma região do Phebus. Claro que trouxe para casa mais que depressa um exemplar. Este vinho se chama La Posta, da mesma região de Lujan de Cuyo  e com uma combinação perfeita de Malbec, Bonarda e Shiraz. Simplesmente fantástico!
Todo o buquê que exala quando a gente abre o vinho impregna o ambiente. E para a degustação deste vinho, fiz questão de prová-lo em minha taça de sommelier de cristal búlgaro (chiquerésima!!). Aliás, taça ideal para degustação pois a borda larga e fina proporciona aspirar todo o buquê no primeiro contato com o vinho. Compare a relação entre o tamanho da taça e a garrafa tradicional de vinho na foto...
Enfim, foi uma lembrança maravilhosa deste dia tão especial nos arredores de Mendoza.
A propósito... deixa eu te mostrar como ficou linda minha sala com o rack novo, que acomoda agora a minha vitrola e guarda todos meus discos de vinil. Tem coisa melhor que degustar um vinho de Mendoza escutando um B.B. King - original????
Até a próxima!

3 comentários:

  1. A Rô tá virando enologa!!

    ResponderExcluir
  2. hehehe
    muita coisa, Pri!
    e claro, todo vinho tem um "causo" para contar!!!
    bjks

    ResponderExcluir
  3. Olá Rosângela;
    Estou escrevendo para te desejar um feliz aniversário. Amanhã estarei viajando e provavelmente não terei tempo de acessar Internet.
    Muitas aventuras, e postagens no seu blog, em 2011.
    Felicidades.

    ResponderExcluir