29 de agosto de 2010

PINOT NOIR - Um vinho mais que delicioso!


Você não imagina que dia mais lindo está fazendo no Rio de Janeiro! Um sol lindo desde cerca de sete da manhã, com as minhas amigas maritacas voltando para a árvore em frente à minha casa, depois do exílio de inverno.
E um dia tão lindo assim só pode ser acompanhado com um vinho...
Não sei se já contei para você, mas de todas os vinhos, o que mais gosto é do Pinot Noir. Esta uva é de origem francesa, do sudoeste da França, e tem um aroma e um sabor bastante complexo. Esta uva também se adaptou muito bem ao clima do Chile. O vinho San Martin é um Pinot Noir francês delicioso. 

Ele é mais suave do que o cabernet Sauvignon, dando uma leveza muito maior, e bem mais frugal.
Com baixo teor de taninos, ele é menos adstringente que os demais, mas tem sua parcela de acidez, que suaviza a partir da segunda "golada".
Para quem gosta dos vinhos chamados "suaves", este é ideal. Indico ele para ser ingerido junto de carnes vermelhas, mas o Pinot Noir também fica delicioso apenas resfriado, sendo degustado à beira de uma piscina.
Até a próxima!

24 de agosto de 2010

QVA 2010 - Mais fotos da festa!

Você se lembra quando eu disse no post sobre o QVA aqui em casa que ia colocar outras fotos? Pois eu "roubei" algumas fotos da minha amiga Ana Lucia e quero dividir a decoração.
Eu faço a mesa de queijos e pastas separada da de pães e torradas. Fica mais fácil de as pessoas se locomoverem.
Para os queijos, eu tenho umas tábuas específicas, cada uma com sua faca. É muito importante não misturar as facas pois altera o sabor dos queijos. Minhas tábuas existem há muitos anos, e uma dica para a conservação delas é depois que lavá-las, antes de guardar, passar azeite nelas. A tábua vai absorver o azeite, que impede dela fica ressecada, mesmo guardada por muito tempo.
Um detalhe fofo que costumo fazer é colocar uma bandeirinha no queijo, com o nome a bandeira do país de origem. Fica uma graça!
Este ano eu inovei no "recheio" do fondue de chocolate. Eu servi a pimenta biquinho, que não arde e ficou uma delícia. Foi o máximo!
E claro! não pode faltar o prosecco, que é uma delícia com o fondue!
E no mais, foi só alegria!
Até a próxima!

23 de agosto de 2010

WATER-PILATES - O Paraíso dos Exercícios

Como eu escrevi no post "Comemoração! Hoje é Dia!!!" eu me submeti a uma cirurgia bastante extensa para retirada de alguns tumores nos seios.
Antes dos primeiros exames eu frequentava diariamente a academia, caminhava, fazia musculação, enfim, tinha uma vida ativa.
Quando começaram os primeiros exames, que eram realizados depois do expediente do trabalho, eu fui diminuindo minha carga de exercícios e apenas caminhava diariamente com os cães.
Após a cirurgia, abstinência total dos exercícios. Mesmo depois de passados tres meses da cirurgia, eu ainda não consigo me exercitar, porque a cicatrização interna está bem lenta e dolorida.
Depois de quase surtar com a "dor das juntas", onde tudo dói (aí vem um engraçadinho e diz que é a idade, e eu perco o humor rsrsrsr) eu resolvi ir a uma clinica próxima ao meu trabalho para conhecer um negócio chamado water-pilates.
É uma adaptação do método Pilates, só que dentro d'água. Eles adaptaram os aparelhos para dentro da água, com o impacto menor mas com esforço maior devido ao atrito da água. 
Meu amigo! Foi a melhor coisa que já fiz!
O exercício é tres vezes por semana, no horário do almoço e ainda em uma piscina aquecida. É o paraíso - acredite em mim!!!!
E olha, não vou te enganar não, nesta primeira semana estou toda doída rsrsrs!
Esta academia fic ano Maracanã -  Rio de Janeiro, e se voce quiser conhecer mais, visite a página da D&D Pilates.
Como não vou ter hora de almoço, conversei com minha amiga nutricionista e ela vai analisar a possibilidade de nos dias da WP eu tomar a famosa ração humana, com a minha palavra de honra que vai rolar um jantar bem balanceado.
Bom, prometo contar para voce como vai andando esta nova etapa de minha vida, pelo menos se as "dor nas juntas" diminuíram! 

Até a próxima


22 de agosto de 2010

SEMANA BORBULHANTE - De Champagnes e Proseccos

"Nosso espírito se enleva a cada borbulha que sobe na taça de champagne" (RoPertile)
Esta semana foi diferente. Nada de vinhos. Não tenho nenhum rótulo novo para dividir com voce. Esta foi a semana do Champagne e do Prosecco. 
Começou quinta-feira com o convite de uma grande amiga - Jojo - que me chamou para uma champanharia em Botafogo, a Champanharia Ovelha Negra. Claro! convite mais que aceito!
Tinha uma boa variedade de rótulos, mas da minha Casa preferida - Salton- eles estavam em falta.
Bom, como não sou radical  - muito pelo contrário, aberta a novos paladares - experimentei alguns rótulos de champagne. Eu não achei o local lá grandes coisas, o lugar tem como slogan ser um ambiente rústico, mas para mim que já rodei por muitas vinícolas e adegas no Brasil e em outros países, faço uma distinção muito grande entre lugares rústicos e com um acabamento mais "metido a rústico". Sinceramente? O rústico deles parece obra mal-acabada. Um lugar muito pequeno, barulhento onde mal dá para conversar sem gritar e nos locomovermos, em com um péssimo serviço.
Mas a experiência "desgustativa" foi ótima! Não tinha ainda experimentado rótulos das casas Don Perini e champagnes da Casa Valduga e Aurora. Valeu pelos novos.
Voce sabia que nossa produção vinícola (vinhos, proseccos e champagnes) estão sendo considerados entre os melhores do mundo? Há algumas edições da VEJA, saiu um ranking de vinhos internacional e tinham muitos dos nossos por lá.
Continuando a semana borbulhante, eu ganhei de um amigo um champagne variedade moscatel. Que ele não leia meu post mas foi um terror! O champagne era saboroso, mas como toda bebida feita de uva moscatel, era bem doce e com um duende habitando cada borbulha. Ou seja, mesmo com apenas dois flutes, esta champagne foi capaz de povoar minha cabeça com centenas de duendes martelando na minha cabeça. Como minha vó dizia: cuidado com bebidas e palavras doces, elas derrubam qualquer um!
Certamente RoPertile e champagne doce não combinam!

No dia seguinte tinha até um churrasco de colecionadores de carro Miura para ir com um amigo do trabalho mas tive que furar. O duendes estavam a toda! Cismaram de reformar os meus lobos cerebrais!
Mas tudo bem. Lições aprendidas: não se deixe levar pelo doce das coisas. rsrsrsrs.
Já que falei com tanto amor pela casa Salton, prometo em breve um post com as histórias de minhas andanças pelas vinícolas do sul.
A propósito, não brigue comigo porque ainda falo champagne e não apenas espumante, afinal champagne é sé na França, como cachaça é só no Brasil... mas é o hábito, voce entende, né?
Até a próxima!

17 de agosto de 2010

VINHO AUSTRALIANO - Quebrando Paradigmas

Bom... paradigmas são feitos para serem quebrados - com certeza!
Eu sempre tive o hábito de viajar pra conhecer vinícolas e depois sempre busquei produtos destas nas minhas incursões vínicas pelas adegas da cidade.
Neste fim de semana resolvi mudar, inovar e escolhi um vinho pelo rótulo!
Isso mesmo! Vi um rótulo muito maneiro de um vinho australiano (!!!!), uma origem geográfica que eu nunca havia degustado antes.
O nome do vinho é bem sugestivo, Stamp of Australia, e como voces podem ver no rótulo tem um selo de canguru, o que achei o máximo! Este vinho é saboroso, não muito encorpado, formado pelas uvas Shiraz e Cabernet Sauvignon. 
Pelo rótulo eu vi o termo 100% Vintage, que não tinha ouvido falar em vinhos, e quando fui pesquisar, descobri que são vinhos com uma safra excepcional, tipo reserva, só que mais raro.
Este tipo de vinho - Vintage - é mais comum para o vinho do porto, mas o termo também se utiliza para outros vinhos.
E cá para nós, o vinho é fantástico! O buquê é suave, com pouco tanino, o que o faz ser perfeito para uma degustação com queijos mais fortes.
Bom, com certeza estarei passando na loja para comprar algumas garrafas para minha adega, e sugiro a você fazer o mesmo!
E no mais, aproveitem o friozinho que bate no Rio de Janeiro e degustem este maravilhoso VINTAGE.


Até a próxima!

13 de agosto de 2010

QVA 2010 - Quinta Edição

Como eu escrevi no post anterior, todo ano, na véspera do Dia dos Pais um grupo de amigos se reúne em minha casa para fazermos o QVA (Queijos, Vinhos e Afins). 
É um momento muito esperado por todos, e todos os anos temos novidades!
Este ano o tema foi “Baile em Veneza”, e foi realmente muito bonito!
Comprei máscaras venezianas diversificadas, de variadas formas e cores, com plumas, paetês e muito brilho! Escolhi de forma que não havia duas máscaras iguais, e coloquei em uma mesa no canto, assim cada um chegava e escolhia a sua máscara.
A decoração ficou por conta de máscaras e estrelas douradas e prateadas. Nos locais de contraste, como o espelho, eu coloquei as máscaras que encontrei do Fantasma da Ópera.
Montar a festa foi um grande barato! E para decorar a piscina achei  “velas permanentes” e coloquei em cima de flores de lótus flutuantes. Estas velas são ótimas porque são à bateria e reaproveitáveis.  Ficou uma graça!
Para as crianças, montamos no quarto de hóspedes no 2º andar uma mesa QVA-TEEN, com cachorro-quente, pipoca e brigadeiro. Eles acharam o máximo, porque tinham uma mesa só deles!
As fotos não ficaram muito boas porque minhas máquina não está muito legal (frustrante!!!), mas assim que eu pegar novas fotos, coloco mais algumas aqui.

Ah...e lembra da minha receita base de pastas? Fiz uma de cereja para colocar por cima dos queijos que ficou uma delícia!!!!

Até a próxima!

2 de agosto de 2010

QUEIJOS, VINHOS E AFINS - e vai rolar a festa!!

Desde 2005,  minha casa é sede de um evento de um grupo de amigos queridos da minha Casa Espírita chamado QVA - Queijos Vinhos e Afins.
Este grupo se reúne uma vez por ano para degustar os queijos, vinhos, fondues, dançar e acima de tudo se divertir a valer.
E eu como anfitriã deste evento memorável, fico muito animada quando se aproxima a data (véspera dos dias dos pais).
E confesso que eu gosto de fazer a festa. Da decoração ao serviço, me encanta descobrir coisas novas, inventar temas variados.
Eu já tenho o material básico, como tábuas de madeira para queijos, taças e acessórios de buffet, e claro! Tudo de louça e vidro, pois o brilho da festa tem que ser total !!!
E é uma das festas mais simples de se fazer, e o que impera é o bom gosto na escolha dos vinhos e na arrumação das mesas. É bom porque não precisa servir ninguém e todos ficam à vontade.
Eu costumo colocar em cima dos queijos a bandeirinha do país de origem, fica uma graça!

Como fazer:
1) Para os queijos
Costumo separar de 250 a 300gr de queijo por convidado adulto. Eu AMO de paixão o Gruyere, um queijo suíço de casca dura com um leve sabor frutado, simplesmente maravilhoso!
Geralmente eu componho a mesa com os seguintes queijos: Gruyere, Camembert, Gouda, Gorgonzola. Embora os "entendidos" digam que não fica legal, eu gosto de servir o nosso Minas curado (aquele com massa dura) porque dá uma certa brasilidade na mesa.
O queijo Brie eu deixo para servir com geléia de damasco, em "rachou" especial para ele

2) Para os vinhos
Esta é uma estão bastante interessante, pois culturalmente o brasileiro ainda possui pouco conhecimento da degustação do vinho. Basicamente é dividido entre "suave" e "seco". Ainda é difícil saborear o buquê do vinho, e não apenas sentir no paladar estas duas características. Por causa disso, eu geralmente compro os vinhos cabernet (sauvignon e blanc) e merlot argentinos e chilenos, que são mais suaves do que as demais uvas.
Eu gosto muito do Shiraz e do Torrontes, mas para degustá-lo devemos ter um pouco de atenção no buquê pouco comum.
Bom... e claro que não pode faltar o prosecco, que não precisa nem de comentários!
3) Pães
Eu gosto muito de baguette, por se um pão de pouco miolo e com sabor neutro, o que dá para saborear o queijo mais profundamente. Também coloco o grissini, o pão australiano e a chamada massa lisa, que é como se fosse a base da massa de pizza, que é uma delícia!
E claro! se você for montar um Q&V, não coloque pães com gosto muito forte, com temperos tipo alho e cebola, porque o pão é só um  QSP (quantidade suficiente para..) e não para disputar sabor com os queijos.
4) Pastas
Para o pessoal não ficar somente comendo queijos, que acaba ficando com o sabor igual, eu faço pastas diferentes, como de azeitonas pretas, de salaminho.
A base para pasta que eu faço é muito simples, é na proporção de 1/2 kg de ricota fresca para 1/2 lata de creme de leite. É só bater no liquidificador a ricota, o creme de leite com 1 copo de água, 2 colherinhas de sal e 2 de açúcar. Pronto! Já está feita uma base de ricota para qualquer pasta que você inventar, até as doces.

5) Frutas
Eu gosto muito de servir uvas Grisson (sem caroço) maçãs e frutas mais durinhas, mesmo porque também serão saboreadas no fondue de chocolate. Um arranjo de frutas fica lindo em qualquer mesa!

6) E para terminar...
Sempre tem um pote com mini-trufas artesanais, que uma vizinha da minha mãe faz. São maravilhosas, coloridas e dão um visual e um sabor todo diferente. Experimente! Vai ser um sucesso!

Por enquanto é só!!! rsrsrs
vou tentar escrever ainda esta semana sobre a decoração, mas se não der, me perdoem, afinal, estarei atarefadíssima com os preparativos da festa de sábado!
Mas vai um "água na boca" de uma decoração que fiz há um tempo atrás... eu peguei mini-rosas vermelhas, as despetalei e coloquei em um arranjo de um recipiente de vidro com uma vela no meio. O fundo era de folhas secas. Ficou um espetáculo!

Até a próxima!!!