28 de maio de 2010

EDUCAÇÃO FINANCEIRA - Vale a Pena Fazer

Ultimamente tenho pensado muito nas questões financeiras. E devido à cirurgia que me submeti semana passada e a possibilidade de licença médica pelo INSS, com queda de salário, este assunto para mim se tornou uma (boa) obsessão.
Não que eu tenha pretensão de me tornar uma pessoa avarenta ou passar a viver contando moedinhas, com olhos apenas para ganhos materiais. Como eu costumo falar: “viver guardando dinheiro para comprar um caixão de madeira nobre e forro de seda”.
Não é isso! Muito pelo contrário! É programar para aproveitar as coisas boas da vida. Não é à toa que na minha lista de passeios virtuais ao lado, estão dois blogs de educação financeira. Isso mesmo! EDUCAÇÃO FINANCEIRA.
E confesso que estou gostando bastante desta educação. E a palavra chave tem sido PLANEJAMENTO. Não apenas o planejamento para longo e médio prazo, mas os planejamentos de gastos diários e semanais, onde (por incrível que pareça!!!) escoa a maior parte do nosso dinheiro.
Já aconteceu com você pegar dinheiro no banco e quando chega em casa e vai ver o que sobrou fala: “como gastei o dinheiro? Não comprei nada!!!”
Quer ver um exemplo? Quando você vai à farmácia comprar um blister do seu remédio de dor de cabeça, você sai com o condicionador para o cabelo, uma pasta de dente, um sabonetinho cheiroso para o filho, aquele chiclete que fica no caixa e “otras cositas más”?
Entra no supermercado para comprar açúcar, e sai até com coisas que ainda tem em casa e não lembra porque não é consumo diário? Já teve dia de na dispensa ter 4 vidros de maionese porque sempre que ia ao supermercado tinha a impressão que já tinha acabado.
Eu comecei a fazer uma lista de tudo o que gasto no dia, da passagem ao lanche da escola do filho e vi que no final das contas, estas coisas podem somar durante a semana aquele vinho que estou doida para experimentar. Fiquei chocada! Rsrsrsr
Percebi que não planejamos as compras, só os pagamentos. “Tenho que pagar tanto no cartão de crédito”, mas aquela nova calça jeans linda não foi namorada, desejada, ela simplesmente estava em promoção na arara da loja que entramos para comprar um echarpe, “eu entrei e comprei ... em três vezes – SEM JUROS!!!”
Aí quando o cartão vem alto e com dívida por três meses, simplesmente deixamos de gastar com coisas que realmente nos dão prazer, como – no meu caso – aquela garrafa de vinho especial!
E sabe de uma coisa? Não sou só eu que faço isso, a maioria absoluta da população faz. E vejo isso quando vou ao shopping com amigos. Todos nós temos este hábito.
Podemos até ganhar bem, mas esta falta de planejamento sempre nos deixa “apertados” no fim do mês. E isso acontece em todas as faixas salariais, adaptando-se (claro!!!) os ganhos mensais.
E lembre-se! Não estou fazendo apologia à avareza, mas sim uma campanha para aproveitar  - sem dívidas – os prazeres da vida. Estou nessa!!!
E acho que é bom pensarmos no nosso consumismo. Alguns são apaixonados por celulares, outros por lenços e echarpes (eu!!!eu!!!eu!!!), outros pelas roupas que ficam lindas em nossos filhos, enfim, todos nós temos nossos consumos. E são coisas tão lindas que temos o desafio da resistência ao desejo do primeiro olhar rsrsrs.
Então, você que está lendo este post, reafirmo que educação financeira é algo importante em nossas vidas, além de ser algo salutar, pois sempre estaremos fazendo e comprando aquilo que gostamos – com planejamento!!!
Comece fazendo a tal lista do supermercado (e siga à risca!) e veja o quanto de cada produto se consome em sua casa no mês. Faça uma listinha com o gasto diário – você vai se surpreender – e veja por qual ralo (ou falta de planejamento) seu dinheiro escorre. Vale a pena!!
Até a próxima!

26 de maio de 2010

POR ONDE ANDEI... PABLO NERUDA E ISLA NEGRA

fotos: Isla Negra, Chile




C
ompanheiros
Enterrai-me em Isla Negra diante do mar que conheço,
de cada área rugosa
de pedras e ondas que meus olhos perdidos
não tornarão a ver


Pablo Neruda, grande poeta chileno, está na minha lista de homens imortais.
Um homem fantástico, com uma trajetória de vida como poucos, com uma dignidade que faz dele um Espírito para ser lembrado por todos.
Prêmio Nobel de Literatura de 1971, morreu em 1973 com câncer de próstata e viveu uma vida voltada à politica e à poesia.
Viveu seus últimos anos na sua casa, em Isla Negra, um povoado próximo a Valparaíso, que eu tive a honra de conhecer, e só de lembrar, meus olhos marejam.
Grande parte de nós conhece a biografia dele, escritas e re-escritas em tantas páginas da internet. Até mesmo aqueles poemas e crônicas que lhe atribuem falsamente circulam em nossos emails.
Eu mesma já postei um poema "Velho Cego, Choravas" do livro Crepusculário (1923), uma tentativa de retomada do caminho traçado na espiritualidade.
Quando entramos em sua casa, conhecemos um Pablo Neruda diferente, sofrido pelas convulsões sociais que aconteciam no Chile e no mundo, mas ao mesmo tempo tão intimista com seus pensamento e sentimentos, tão dedicado à sua grande amada Matilda ao seu lado. Um amor que se percebe de contos de fadas, com aquele companheirismo e cumplicidade que a gente quer ter quando chegar velhice, como foi o deles. Amor este que nem a morte separou...
Ao entrar na casa, você entra no pensamento dele. São várias coleções, lembranças, ele traduz para os objetos o seu sentimento.
Ele é um grande colecionador de “mascarones”, as esculturas existentes nas proas dos navios.
Uma delas, a “Medusa” foi posicionada na janela para que ela pudesse ver o mar de Isla Negra. As esculturas de Sir. Francis Drake e Sirena de Glascow ficaram próximas, para que pudessem conversar.
Mas sem dúvidas, a que mais me emocionou foi uma dama solitária, cuja parede da sala foi pintada de azul, para que ela não se sentisse só, longe do mar.
Coleções de máscaras, conchas, garrafas, fragmentos da vida de Neruda, fazem deste lugaer um santuário vivo de um dos maiores poetas que já escreveu seu nome na História
Se algum dia voce tiver a oportunidade de viajar ao Chile na reigião de Viña del Mar e Valparaíso, não deixe de conhecer Isla Negra. Não tenho dúvidas que esta experiência ficará guardada para sempre em seu coração e sua memória.
Fiquem com as palavras de "Pablito" e até a próxima!!!
video

Ah... perceberam que na primeira foto ele aparece no mesmo lugar que eu...
Também tenho uma foto embaixo do sino de Isla Negra...

25 de maio de 2010

NOTÍCIAS DO FRONT E VISITAS INUSITADAS

foto: Guilhermina San Martin (Labralouca) e Dodô
Olá amigos!
Quanto tempo hein? Cá estou eu, na minha “ociosidade médica”, já no meu sexto dia de recuperação. A recuperação está sendo muito boa - não olho muito, é verdade – mas de uma forma geral, estou tomando uma medicação mais branda, já estou mais espertinha, mais acordada do que dormindo e louca de vontade de colocar o rosto para fora do portão. Estou fazendo uma lavagem cerebral para ver se minha mãe me leva para uma voltinha hoje.
Tenho recebido muitos telefonemas, emails e visitas, o que deixa meu coração leve e batendo descompassado de alegria. São tantas demonstrações de carinho, são tantas preces e vibrações que não tenho dúvida está sendo 90% da minha recuperação. O que o cirurgião tinha que fazer, ele já fez, agora é conosco! Sim, pois vocês estão fazendo toda a diferença.
E o carinho está tão evidente, está no  ar e é tão legal, que até visitas caninas estou recebendo. Isso mesmo!!! 
Todos conhecem minha paixão pelo gênero canino (vide Labralouca Sam e seu Custódio). Então o Dodô, o pinscher da minha prima  veio me visitar. O problema todo foi na chegada, quando ele se deparou com aquela negona na porta. Ele chegou a ter dor de barriga quando viu aquele monumento de cadela, mas depois segurou a onda e foi muito divertido.

Aproveito também para contar que agora sou “blogueira oficial” do site da Locadora de Livros Histórias e Estórias. Bom, todos conhecem minha paixão obsessiva pela leitura, e agora fui convidada pela Iracema a escrever resenhas e artigos sobre livros, notícias, autores, etc. Viu ??? Estou ficando chiquerésima hein?
Não se esqueçam de visitar o blog Histórias e Estórias e se tornar seguidores, também estarei sempre por lá.
Bom, vou ficando por aqui. Ainda meio acabrunhada porque não estou escrevendo com aquela maravilhosa taça de prosecco, mas eu chego lá... em breve!
Continuem torcendo por mim!!! Mais fashion que nunca!
Até a próxima!!!!

22 de maio de 2010

NOVOS DESAFIOS - NOVAS MUDANÇAS

Agora está tudo bem....
Nos dias 18 e 19 me submeti a procedimentos e cirurgia para retirada de tumores nas mamas. Há um ano atrás, nada havia. Como a minha família tem um histórico bastante forte relacionado a câncer, é rotina fazermos todos os exames anualmente.
Confesso que ao receber o diagnóstico do meu médico meu chão se abriu e lá estava eu, levitando em meio de medos, traumas de perdas, a imagem de meu filho,  minha família, meu emprego, meu cabelo (até isso passou minha cabeça!!) enfim, um turbilhão de sentimentos e sensações que se apossaram de minha vida.
Como nunca foi hábito meu me entregar sem uma boa luta, resolvi lutar com muita fé, com a ajuda dos amigos espirituais e acima de tudo com a família e amigos próximos do meu lado. 
E assim eu comecei a fazer uma "listinha" de tudo que fosse gerenciável por mim, parece ser frieza mas não é. Simplesmente resolvi não gastar as energias - que já estavam na reserva - com coisas que eu não poderia mudar.
Por exemplo, eu não poderia fazer nada em relação ao câncer em si. Independente da minha vontade, eu iria dormir e acordar com ele - por enquanto.  Então comecei a fazer o mais rápido possível todos os exames para poder realizar a cirurgia o mais rápido possível. Isso eu podia fazer.
Mas isto eram coisas materiais, facilmente tratáveis.

O mais difícil, sem sombra de dúvidas, foi segurar a cabeça, o lado moral para cima, de forma que a tristeza não habitasse minha casa.
Juntei minha familia e meus amigos mais próximos e tratamos simplesmente de tocarmos a vida, com o máximo de união e harmonia possível.
Neste momento comecei meu testemunho de fé, pois espírita como sou, chegou a hora de realmente agir como um espírito imortal.

Não vou dizer que não chorei. Chorei muito! Pensando no filho de 14 anos que só tem a mim. Me preocupei até mesmo com a minha labralouca... quem, exceto eu, ficaria com uma cachorra tão sem noção? Meus passarinhos, enfim, tudo.

Não conseguiria passar por tudo isso sem um "pacto de alegria e fé " dos meus amigos e familiares.
Tomei Antarcticas geladas no pé sujo da esquina, comi churrasquinho de gato, passeei com minha familia, fui trabalhar, dar aulas e palestras na minha casa espírita, enfim, não me deixei abalar pelo meu  estado.

Neste tempo todo, só tive uma única decepção, que me abalou consideravelmente. Uma pessoa que eu apostei tudo que fosse ficar do meu lado mas que na hora H, de estar presente se mostrou egoísta e covarde E "fugiu à luta".
Mas saibam que isso acontece, é do ser humano fugir à luta quando o "S" do Ser Humano ainda não está maiúsculo, bem consolidado. Deixa pra lá... não fui eu que perdi...

Nestes momentos que antecederam a cirurgia, eu vi claramente como sou querida, o que é sinal de que estou no caminho certo.
Tive manifestações de todos os lados. Foi muito bonito receber preces e vibrações dos amigos evangélicos, sai babas, umbandistas, budistas, católicos, enfim, reikis, e tantas outras manifestações de energia positiva. Foi uma grande prece em direção ao Pai para que eu ficasse curada logo e que tudo desse certo na cirurgia.

Só não comuniquei ao pessoal do meu trabalho, pois como são as pessoas que mais convivem comigo, eu não queria que o astral lá ficasse para baixo, eu ia ficar muito emocionada, por isso peço desculpas, mas foi uma escolha pessoal.
Mas agora que estou de licença médica, meu gerente contou a todos, e não tenho dúvidas de que as energias positivas chegam muito facilmente aqui em casa.

Agora estou no meu segundo dia de recuperação em casa. Muitas pessoas estão ligando, pedindo noticias, mas como estou tomando remédios muito fortes, passo grande parte do tempo dormindo, mas prometo retornar as ligações à medida em que eu ficar mais disposta.

O meu grande problema está sendo ficar em casa quietinha, sem fazer nada! Um jardim enorme me esperando para ser cuidado, meus cachorros querendo passear, a bomba da piscina precisando de manutenção, e tantas coisas para consertar e eu aqui quieta! Ai que sensação de ociosidade rsrsrsr!

Bom, volto em breve! tenho uma enfermeira particular (minha mãe!!!) que não descuida de nada, nem dos horários de dormir e tomar remédio. e já está do meu lado mostrando o relógio rsrsrs

Até a próxima!!!!

17 de maio de 2010

A CHAVE DO ENIGMA - A Passagem Secreta

Pois bem amigos...
A chave do enigma da minha passagem secreta foi a frase do meu estimado Oscar Wilde, que está escrita logo acima.
Isto quer dizer que, para um espírito complexo como o meu, a saída está justamente nas coisas simples. E há coisa mais simples do que a retirada de algo que lhe faz mal?
Mas não estou falando simplesmente tirar, falo em extirpar, ou seja, segundo o Houaiss, retirar pela raiz.
E tampouco falo apenas de coisas materiais, tipo câncer. Falo de coisas do espírito que devem ser definitivamente expurgadas.
Sabe aquele relacionamento que te faz mal? Um relacionamento que te faz mal é sinônimo de relacionamento doentio, e como toda doença, dever ser tratada. Se não puder ser tratada com remédios "fortificantes", como por exemplo uma conversa sem máscaras, deve ser retirada pela raiz. Se o remédio não funciona, a retirada se faz necessária, pois se assim não for, pode voltar a crescer doente, e cada vez ficar mais resistente, e quando a crise vier, ficará mais difícil achar a cura.
Sabe outra coisa que deve ser arrancada pela raiz?
Nosso pessimismo. Ver o lado negativo da vida é um câncer que deve ser retirado o mais breve possível de nossas mentes e corações. O pessimismo, o negativismo nos faz entrar em um círculo vicioso de menos valia. Nossa auto-estima vai lá para o chão, escoa pelo ralo e achamos que estamos melhores com um comportamento doentio, com um relacionamento doentio. Isso porque não conseguimos nos valorizar de verdade e achar que merecemos coisa melhor.
Assim como as doenças do corpo físico, as do espírito merecem ser curadas. Não se preocupe pois nós somos capazes de nos regenerar. Se tirarmos um pedaço chamado “relacionamento negativo”, não se preocupe, depois dos primeiros socorros, nós mesmos preenchemos este buraco com coisas positivas. Não necessariamente um novo relacionamento, mas o prazer de fazer algo que deixamos de fazer por causa do outro.
Então! Faça como eu. Retire o que não presta, pois a vida se encarrega de preencher com coisas boas... a menos que você não queira....

Até a próxima!!!!

15 de maio de 2010

ATAVISMOS DE MINH'ALMA

Há muito tempo atrás, quando a vida era muito mais fácil para mim, e o Universo era uma grande sinfonia cósmica, eu - como boa cigarra - gostava muito (mesmo!!!) de cantar.
Blues & Jazz sempre foi meu forte, e sempre foi aquele estilo de música que me embala as tardes/noites na varanda (com um vinho, claro!!!)
Pensei por um tempo que eu tivesse tempo, e cheguei a ingressar no coral da UN-RIO, mas os embarques constantes me tiraram este prazer.
Eis que estou aqui hoje, que pela hora já é amanhã e me vejo com uma vontade insana de cantar.
Já ensaiei algumas notas, contralto que sou, com uns falsetes à la Byllie Holiday, mas ainda precisando de alguns "John Contrane na veia" para me animar mais e soltar a voz sem me incomodar com o que passa em volta.
Já coloquei o Torrontes na taça e falta pouco para eu incorporar uma grande diva e mandar o mundo rodar sozinho, sem mim.
Confesso que nos últimos dias tenho me dedicado na íntegra a fazer coisas que me deixam (muito) feliz, que representam para mim a Rosangela que muitos de voces jamais conhecerão, porque esta só se faz presente quando despida de maquiagem e echarpes, e se senta deselegantemente no sofá, solfejando California Dreamin com a labralouca e o vira-latas ao seu lado. 

Confesso que ter achado a passagem secreta foi um grande divisor de águas, que ainda estou com medo de ultrapassar esta passagem, que muita coisa vai mudar - radicalmente - mas com certeza a passagem me reserva um belo jardim sem que a labralouca consiga detruí-lo.

Até lá, que o santo BB King me inspire a uma noite mais poética que a lua cheia...

Beijos e até a próxima

12 de maio de 2010

LOBERIA PUNTA LOMA - Puerto Madryn, Argentina

Fotos: Punta Loma

Quando fiz minha viagem a Ushuaia, realmente conheci lugares maravilhosos.
Conhecer fauna e flora diferente de nosso país tropical sempre foi minha grande paixão.
Uma destas descobertas foi a reserva Punta Loma, uma "loberia".
A reserva faunística de Punta Loma fica a uma distância de 17 km de Puerto Madryn

Punta Loma é um lugar que permite observar de perto uma grande colônia de lobos marinhos.
Para chegar tive que seguir pro dentro de Puerto Madryn em sentido da Universidade Nacional da Patagônia. Ali peguei uma estrada de terra que nos leva até a loberia
Esta é a primeira reserva de fauna marinha de toda a costa patagônica e abriga além de lobos marinhos, varias espécies de aves, entre as quais se destacam os Cormorans (aves típicas da região), que fazem seus ninhos sobre as elevações no mar.
Uma coisa é verdade: os leões marinhos fedem muito! De longe possuem aquele cheiro do Mercado São Pedro (rsrsrsr), só que sem a sardinha frita e a skol gelada.

Até a próxima!!!