28 de novembro de 2009

Inteligência Acadêmica e Inteligência Filosófica

Foto: Jardim Botânico (RJ)
Um dia destes, debaixo deste calor violento que assola o Rio de Janeiro, estava eu (com filtro solar, claro!) na piscina lá em casa, com uma geladinha na mão e de papo com a minha amiga Drica.Acho que com a combinação da cabeça quente com a garganta gelada, comecei a filosofar sobre minha diferente crise dos 40.
Minha crise é um pouco diferente da que passam as demais mulheres. Não saí correndo para academia para ficar com "tudo em cima", dar em cima do professor do spinning, tampouco fui mexer no cabelo, na pele ou vislumbrei plásticas. Nada disso! Sem nenhuma falsa modéstia, me acho muito bonita, mesmo! :))))
Então comecei a me questionar o porque está tão difícil eu me sentir à vontade em determinadas situações. Aí eu e a Drica começamos a filosofar - mesmo!

Acabei descobrindo o problema! Claro que longe de mim sair nua gritando pelas ruas como fez meu nobre colega Arquimedes, mas um clarão se fez em minha mente angustiada (rsrsrs).
A questão é que estamos em uma sociedade dividida em dois tipos de inteligência, A Inteligência Acadêmica (cartesiana, o tal do QI) e a Inteligência Filosófica (as demais inteligências reunidas) .
E o que vem a ser as duas coisas?
Inteligência Acadêmica - O Sujeito faz o primeiro grau, faz cursinho, intensivão, entra para uma escola técnica. No terceiro ano, como ele quer ir para uma "federal" ele submerge nas apostilas cheias de marreta para fazer a prova.
Aí na prova surge uma questão de Química : "os elementos do grupo 6A são divididos entre metais e semi-metais e blábláblá".
Aí a pobre alma pensa: 6A? 6A? quais são? quais são?. Aí lembra da marreta aprendida: OS SETE PORQUINHOS, ou seja O(oxigenio), S(enxofre), Se (selênio), Te (telúrio) e Po (polônio).
Meu Deus! Lembrar dos Sete Porquinhos fez ele ficar na média e passar! que glória! Nunca pensei que a Química fosse tão fácil!
Aí o sujeito faz a faculdade, se forma, já que sabe inglês vira trainee em uma multinacional, é contratado, trabalha, faz pós-graduação e caminha pela vida. Tem carro zero, um ótimo apartamento, faz atividade física
UAU! isso é legal! o cara se esforçou, passou por uma faculdade, tem seu trabalho, tem tudo e ainda quer ir além. ÓTIMO!, ELE É UM DESTES CARAS PERFEITOS! Esse é o "partidão"
Bom, agora vamos ver o próximo caso...
Inteligência Filosófica - O Sujeito faz tudo igualzinho ao primeiro, e por isso eu não vou repetir a história dos OS SETE PORQUINHOS aqui, mas depois que ele consegue entrar para a faculdade ou para o emprego, vem a diferença:
O que eu faço com tudo isso? porque devo estudar isso?
Devo aprender (conhecer) ou apreender (interiorizar) determinadas coisas que são ensinadas?
E aí começa o dilema ético, de escolher o que realmente importa para a vida. A partir deste momento temos o desenvolvimento da inteligência filosófica, ou seja, o que aprendo não é apenas para passar de ano, mas sim para percorrer a vida.
Nada impede deste segundo sujeito de ter tudo: carro, casa, ser marombado... mas ele tem uma diferença - ele FAZ diferença.
Ele deixa de se tornar uma pessoa para se tornar A pessoa.
E aí aproveito o gancho para entrar em uma reportagem enviada hoje por um grande amigo entitulada "Inteligência Espiritual". No fim das contas, o que chamo de inteligência filosófica passa também pela inteligência espiritual porque transcende o academicismo da inteligência cartesiana.
Resolvi ler um autor chamado Emmons* e achei um trecho bastante interessante, independente do aspecto religioso:
"A Inteligência Espiritual confere grande habilidade na manutenção e realização dos talentos de alguém. A pessoa espiritualmente inteligente tem adequado senso de auto-aceitação; compreende e aceita suas próprias limitações e imperfeições e está mais livre da arrogância e de seu inverso, a baixa auto-estima. Tal pessoa se mostra flexível na busca de um equilíbrio harmonioso entre auto-conceito, auto-integração e auto-regulação, logrando com suas práticas de meditação e contemplação ver-se mais facilmente como um todo"
E como eu vejo tudo isso?
A inteligência acadêmica lê todas as noticias da sua área, lê todos os livros que podem fazê-lo prosperar na vida profissional. A inteligência acadêmica lê aquilo que o aparentemente faz ser "o tal"na roda de amigos, e até para conquistar alguém.
A inteligência filosófica faz as mesmas coisas, mas faz mais, interage com o mundo de uma forma geral para que o filtro das coisa positivas, que fazem parte de um projeto de vida maior, seja burilado.Este sujeito sabe que em 2016 vai ter Olimpíadas no Rio, ou que ontem a bolsas do mundo caíram por conta de Dubai (como o acadêmico), mas este também tem uma posição a respeito do premio nobel da paz que deram para o Obama, por exemplo.
Sabe analisar o momento que vivemos no mundo.E este cara é o que faz a diferença.
Voltando à minha crise dos 40, ultimamente eu só tenho encontrado (na grande maioria) os inteligentes acadêmicos.
Que além de falarem de seu trabalho, ainda falam de futebol ... do calor no Rio ... da violência ... e ... só! São gente boa pra caramba, mas só! Infelizmente não consigo nem ter um papo sadio sobre futebol pois torço pelo América e todos me olham com piedade...
Onde estão as pessoas que valem a pena sentar num boteco pé-sujo, tomar uma gelada e "jogar fora um dedim de prosa"? Onde estão as pessoas que analisam os emails que recebem para não passarem a outros "acadêmicos" os textos que Shakespeare escreveu, do arsênico no camarão! Onde se escondem estas pessoas? Se vocês conhecerem pessoas assim, por favor, indiquem meu blog para conversar comigo, ok?
Bom... agora que desabafei minha crise no cyber-espaço, vou dizer que nem tudo é tão caótico
Cá estou em pleno sábado (na plataforma, claro!) e eis que começo meu dia recebendo o presente abaixo de um grande amigo, que considerei com o mesmo valor do mais belo dos diamantes, e embora o texto já seja conhecido (assim como todas as jazidas de diamante) o que valeu foi a lapidação do ourives

e assim ele iluminou meu dia...

Poeminha
Tal como diz Milton Nascimento em uma de suas músicas "(...)certas canções que ouço, cabem tão dentro de mim e perguntar carece porque não fui eu que fiz.(...)"
preciso perguntar porque não escrevi esse poema.
Droga.
Mas, se inspirado fosse ou estivesse escreveria assim mesmo.

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente às suas costas
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos...
E, até que nos encontremos de novo,
Que Deus lhe guarde na palma de Suas mãos".


* Emmons, Robert. A. Is Spirituality an Intelligence? Motivation, Cognition and tthe Psychology of Ultimate Concern. In: The International Journal for the Psychology of Religion, vol 10: (1), 2000. pp 3-25


25 de novembro de 2009

VOCÊ PODE SE ENVENENAR ACIDENTALMENTE COM ARSÊNICO - Se acreditar nisso, voce merece!

Ontem eu recebi um grande presente, daqueles que eu adoro!
Um grande amigo meu, sabedor das minhas críticas mordazes aos famosos spams que recebemos, me mandou esta pérola sobre envenenamento com arsênico causado pelo camarão (!?!?!?!?!) associado à vitamina C.
Quando ele recebe uma mensagem desta, ele me repassa pedindo minha opinião, e quando o tema envolve alguma coisa de química, aí é que eu vibro! Como sempre, tive a curiosidade de ver até onde foi esta bobagem na internet, e me supreendi que ela está tão bem difundida quanto o texto de Shakespeare (comentei há um tempo atrás, sob o título de SHAKESPEARE APRENDEU, lembram?)
Abaixo eu colo a resposta deste email que está povoando a caixa de entrada de muita gente. Os meus comentários estão em vermelho, ok? Eu os inseri no meio do texto do sujeito que mandou.
Bom.... em relação à minha foto abaixo, ela não tem nenhuma associação com o arsênico, mas acho ela tão bonitinha! ainda mais que a labralouca já detonou esta jardineira...
Divirtam-se!!!





VOCÊ PODE SE ENVENENAR ACIDENTALMENTE COM ARSÊNICO
Em Taiwan, uma mulher morreu de repente com sinais de hemorragia em seus ouvidos, nariz, boca e olhos. Depois de uma autópsia preliminar, foi diagnosticado como "causa mortis" envenenamento por arsênico. Mas qual foi a origem do arsênico?

Hum... primeiro indício de algo errado:
Sintomas de intoxicação aguda por arsênico:
- Cardiotoxicidade: arritmias cardíacas com evolução a falência cardiovascular;
- Toxicidade ao TGI: irritação, náuseas, vômitos; semelhantes à água de arroz com odor aliáceo
- Toxicidade hematopoiética: anemia e granulocitopenia;
- Neurotoxicidade: perda da sensibilidade periférica.
Como voce pode ver, os sintomas de intoxicação aguda são completamente diferentes!

A policia, então, iniciou uma profunda e extensa investigação. Um professor de medicina foi convidado para ajudar a resolver o caso.
O professor cuidadosamente examinou os restos existentes no estômago da vítima, e, em menos de meia hora, o mistério foi elucidado. O professor disse: "O óbito não se deu por suicídio nem por assassinato, a vítima morreu acidentalmente por ignorância!"
Eu, como toxicologista, AMEI esta parte, como pode uma "profunda e extensa investigação" durar menos de meia hora? Abaixo os cromatógrafos! Abaixo os espectofotômetros! Abaixo a preparação da amostra! Viva os seriados do CSI, onde tudo acontece em uma hora!!!
Todos ficaram intrigados, por que morte acidental? O arsênico ataca os militares americanos que transportam mudas de arroz H Gao. O professor disse: "O arsênico foi produzido no estômago da vítima".
UAU! sem comentários!
A vítima tomava Vitamina C todos os dias , que por si só não é nenhum problema.. O problema é que ela comeu uma quantidade grande de camarão no jantar.. Comer camarão não foi o problema, já que nada aconteceu à sua família que também comeu do mesmo camarão. Entretanto, na mesma ocasião, a vítima também tomou Vitamina C; é aí onde reside o problema.
Pesquisadores da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, descobriram através de experiências, que alimentos, como camarão "casca mole" contem alta concentração de compostos de 5-potassio-arsenico.
5-potassio-arsenico. De onde ele tirou isso? Não existe! O mais próximo que existe (e falar isso é uma heresia em Química) é o arseniato ácido de potássio K H2 AsO4, que é tão ácido quanto o pH do estômago e do ácido ascórbico, que por sinal, não existe NADA na literatura confiável sobre isso
Tais alimentos frescos, por si só, não são tóxicos para o corpo humano! Entretanto, ao ingerir a Vitamina C, devido a uma reação química, o inicialmente não-tóxico 5-potassio-arsenico (como anidrido também conhecido como óxido arsênico, As2 O5)
Vamos lá, vamos saborear aos poucos ...
Tudo bem ele inventar um composto que não existe mas ...
APERTEM OS CINTOS! O POTÁSSIO SUMIU!!!
Como ele pode ser um "potássio arsenico" também conhecido por óxido arsenico (cuja fórmula também está errada, porque na realidade é As4O5)?
se converte no tóxico 3-potassio-arsênico (ADB anidrido arsênico), também conhecido como trióxido de arsênio (As2 O3), que é popularmente conhecido como arsênico!
Arsenito ou arseniato? Quem é mais famoso?Qual a forma mais tóxica? And the Oscar goes to...
O venenoso arsênico faz parte do magma
MAGMA? QUER DIZER O MAGMA NO CENTRO DA TERRA?
O Arsenio de fonte natural, em sua maioria ocorre próximo a veios de metais preciosos. Mas faz de conta que vem daí..
Magma vem do vulcão, o vulcão fica na terra, o quê que este imbecil do camarão estava fazendo próximo ao vulcão?
Mesmo que fosse de uma fonte antropogênica, a maioria das fontes não são próximas a manguezais ou possíves áreas de cultivo de camarão.

e causa paralisia nos pequenos vasos sangüíneos, "mercapto Jimei"??,
Bom.. aqui nós entramos com um outro elemento, será ele o verdadeiro culpado? Será que o CSI não viu isso? Não sei o que é um mercapto jimei mas pelo texto, nem o cara que escreveu. Mas a terminologia " mercapto" é utilizada para compostos a base de enxofre, que deve ser o mordomo, o verdadeiro culpado!
inibindo a atividade do fígado e produzindo a necrose da gordura ataca os lobos hepáticos, coração, rins, produz congestão intestinal, necrose das células epiteliais, telangiectasia. Portanto, quem morre envenenada pelo arsênico apresenta sangramento dos ouvidos, nariz, boca e olhos.
Dessa forma, como medida de precaução, NÃO coma camarão quando ingerir Vitamina C
 Depois de ler isto, por favor, não seja egoísta. Encaminhe este texto a tantos quanto puder.
O que aconselho a todos que tenham um pouco de bom-senso e que pegam este tipo de texto: procure alguma base científica na home-page www.scirus.com
Esta home-page é tipo um google mas que busca apenas artigos científicos publicados em sites e revistas científicas DE VERDADE.

5 de novembro de 2009

PUNTA TOMBO – Pinguins de Magalhães

Bom, como eu já tinha saído de Ushuaia, eu vim do sul passando por Rawson e andei em direção a Puerto Madryn, pela Ruta Provincial nº 3 (asfaltada). Depois de mais uma reta infinita, vem um cruzamento com a Ruta Provincial nº1. Entrando nesta estrada, tem cerca de 107 km de estrada de chão para andar até a reserva.
Então cheguei a um lugar chamado PUNTA TOMBO, que é uma reserva ecológica de pinguins de Magalhães. Mais do que uma simples reserva faunística, é a maior colônia destes simpáticos animaizinhos que existe, tendo cerca de quinhentos mil indivíduos.
E são tantos que se perde de vista a quantidade de ninhos e de pingüins que passam na nossa frente. Até sinalização de preferência existe! Olha que eles não cedem um milímetro no caminho, você que saia!
Existe uma recomendação da reserva que diz : “se mira y no se toca”. Esta recomendação tinha que ser seguida pelos pingüins, pois eles são tão curiosos que chegam perto de você, bicam sua calça. Teve um deles que ficou fascinado pela minha máquina fotográfica pequena (prateada) que ele veio sem a menor cerimônia investigar o objeto brilhante.
Cheguei lá no fim da tarde, quase fechando a reserva, mas foi sem sombra de dúvidas o melhor momento, pois presenciei a volta das fêmeas que saem para pescar.
Na realidade, acredito que os machos da nossa espécie deveriam aprender com os pingüins, pois são monogâmicos e os machos partilham da criação dos filhos. Além disso, eles são extremamente carinhosos com a fêmea, e cantam de alegria quando elas regressam. Bom... este canto tem uma explicação. O som que ele emite para a sua fêmea é único, de forma que ela quando chega e se depara com milhares de pingüins, sabe exatamente onde está sua família. Como fui lá no fim de novembro, os bebês pingüins já tinham nascido e estava uma verdadeira festa!
A única coisa que cortou meu coração foi ver um macho cuja fêmea não voltou. Ele passou o tempo todo chamando ela na beira da praia, e eu chorei tanto! Sentei e chorei copiosamente. Hoje em dia, já senhora de minha sanidade, me pergunto o que aqueles adoráveis animaizinhos pensaram desta cena...
Lá também existem outros animais em coexistência pacífica (como os guanacos) e claro, os predadores. Teve algumas aves predadoras que ensaiei espantar dos ninhos, mas fiquei com medo de ser expulsa da reserva.
Um momento único na minha vida! vi um deles perto de uma bateria e tentei fazer com ele tivesse a percepção de risco de estar perto de um produto corrosivo, mas ele me olhou com a cara mais idiota do mundo e não quis dar muito papo para minhas orientações. Bom, pelo menos a foto ficou boa ...
No fim deste dia maravilhoso, feliz por fazer novos amigos, ainda tive uns 250 km pela frente, até a cidade mais próxima, mas foi aí [de noite e a mais de 200 km de qualquer lugar no meio de uma estrada argentina] que caiu a ficha de que o tanque estava quase vazio . Mas isso é outra história...