29 de outubro de 2009

EFEITO SCHUMANN... Colocaram a Física na Filosofia!

Porque temos a sensação que o tempo está passando muito rápido? “parece que foi ontem” que foi o Réveillon de 2009, e já estamos no fim de outubro!
Assustei-me um dia desses quando vi uma decoração de Natal no shopping. Mas foi ontem que tiraram a decoração do ano passado!
Tem gente colocando a culpa em um tal de Efeito Schumann, que a Terra está girando mais rápido. Se isso fosse verdade, todo o Mecanismo Celeste estaria comprometido não acham? Com certeza as leis que regem o Universo não estariam estáveis e entraríamos em colapso.
Mas porque será que esta sensação é real?
Antes de vocês abrirem este blog, ao entrar na internet, provavelmente entraram em algo tipo "UOL", "MSN", entre outras páginas de acesso.
Por curiosidade, agora antes de escrever este texto, entrei na página da UOL e passei os olhos em 43 notícias, 33 anúncios, fora promoções, jogos on line, rádios e os eternos pop up. Se a gente pensar que ninguém entra na internet para ficar em apenas uma página, e que mesmo que ficássemos, esta página troca suas notícias pelo menos de hora em hora, vocês já pensaram no bombardeio de informações que recebemos diariamente?
Aí falamos que parece que hoje o tempo anda mais rápido do que a 10, 15 anos atrás.
Opa!!! A 10, 15 anos atrás não tinha internet em cada esquina. Nossas notícias eram através dos rádios, jornais e telejornais. Tínhamos menos informações do que hoje. E isso é ruim? Depende!
E aí temos duas vertentes, sendo a primeira sobre a qualidade da informação.
Seja sincero ... qual tipo de notícia te atrai? Sim, porque nestas páginas de acesso temos 50% do que se chama "entretenimento", ou seja, notícias do tipo:
- Mariazinha é fotografada sem retoques! e a grande maioria vai lá para ver as celulites que não são mostradas na TV.
- Joãozinho caiu nas garras do Leão. E a outra parte vai lá para ver o cara em apuros com a Receita Federal. E assim tantas outras notícias. Mas vamos pensar com seriedade ...
O que vai agregar de valor à sua vida saber das celulites da Mariazinha? Percebeu que você alimentou seu pensamento - o seu centro intelectivo - com algo que não soma nada, absolutamente nada sua vida?
E aí vem a segunda vertente - a da quantidade de informações propriamente dita. Cada vez que voce entra no link para ver as celulites da Mariazinha, aparecem mais dezenas de reportagens de outros famosos tão importantes quanto as da celulite. E você por curiosidade vai abrindo, abrindo, abrindo, e quando vai ver nem lembra do que foi fazer na internet.
Às vezes foi só ler seu e-mail, mas acabou sabendo de todas as fofocas das "personalidades". Ainda acabou gostando da promoção da Revista Caras, assinou dois anos e vai ganhar uma faca por semana.
Mas aí podem dizer: Como ela é preconceituosa! O que tem ler sobre a vida dos outros? É algo inocente...
 Bom, isso serve não só para o chamado entretenimento, mas para a economia, a política, a ciência, o mundo, enfim, tudo o que nos passa aos olhos.
Acabei de fazer um teste de links rapidinho, e em menos de 3 links relacionados eu passei da notícia sobre o câmbio brasileiro "Nova taxa não impede saldo positivo de dólares" para "Vendas de casas nos EUA atingem maior nível em dois anos"
Sim... e daí a venda de casas nos EUA? Absorvi mais uma noticia (fora as dos links) que não me soma em nada, mal tenho grana para comprar e viver em uma casa no Brasil, quem dirá nos EUA.
 E assim a gente vai guardando uma quantidade de lixo no nosso HD mental. Soubemos de tanta coisa sem importância, fomos bombardeados com tantas informações que no final o do dia, estamos fatigados, esgotados de tanto pensar e absorver - inutilidades!
 Outra característica dos tempos modernos, é que tudo o que acontece é em tempo real. Se um homem bomba explode no Cairo e mata 80, nós sabemos disso no mesmo minuto.
Há alguns anos atrás esta informação demorava pelo menos até o Jornal Nacional. Agora somos cidadãos do mundo virtual, e nada nos passa desapercebido, do Homem Bomba à celulite da Mariazinha.
Por isso que eu quero lançar a campanha "UTILIZE O FILTRO QUE EXISTE EM SUA MENTE"! Não deixe passar as impurezas que existem no mundo para sua mente.

Pense saudável !

27 de outubro de 2009

USHUAIA - A Baía que Mira o Poente

Ushuaia é a capital da Província da Terra do Fogo. É conhecida como La ciudad más austral del mundo (A cidade mais austral do mundo) ou La ciudad del Fin del Mundo (A cidade do Fim do Mundo). O nome da cidade provém dos idiomas indígenas yámanas: ush (ao fundo) e wuaia (baía). Milhares de anos fizeram com que as águas oceânicas causassem a erosão de uma parte considerável do continente. Violentos movimentos terrestres geraram essa divisão continental, formando uma grande ilha e um passo inter-oceânico. Em meados de 1520 a expedição de Fernão de Magalhães ao Sul da América do Sul rendeu as primeiras descrições da Terra do Fogo. Durante a travessia, os navegantes espanhóis observaram fogo e fumo sobre a costa setentrional, e em virtude disso batizaram a ilha como Terra do Fogo. A cidade foi fundada em 12 de outubro de 1884, sobre as costas do Canal de Beagle, e é rodeada pelos montes Martial e Olivia, pertencentes à cordilheira dos Andes, e pelos férteis e belos vales glaciais.

EU FUI AO FIM DO MUNDO!
Para chegar ao Fim do Mundo precisa de muita disposição e muito CD tocando no carro. Foram muitas “rutas argentinas” de perder de vista. Tinha dias que só se via retas infinitas. Para chegar a Ushuaia a gente tem que ter muitas folhas do passaporte em branco: entra na Argentina, sai da Argentina, entra no Chile, sai do Chile, entra na Argentina .... cheguei a Ushuaia!!! (calma, ainda não contei os carimbos de volta)
O mais divertido na ida foi a greve da aduana chilena. Se perceberem a foto, até a estátua está de braços cruzados! Cheguei com esta cara lavada que Deus me deu e em um portunhol vagabundo disse que eu era apenas uma turista brasileira de carro que queria chegar a Ushuaia. No fim do diálogo e de muito tempo com cara de cachorro que caiu do caminhão de mudança, eles liberaram a passagem de alguns carros inclusive o meu.
Me senti a maior das diplomatas, até pensei em fazer prova para o Instituto Rio Branco, feliz e contente com a liberação da policia chilena, até que comecei a ver as plaquinhas de “Campo Minado”, foi estranho saber onde os pneus do carro estavam passando. Rsrs
Quase chegando em Ushuaia tem um lugar lindo chamado lago Fagnano, que também é um pólo turístico e com uma vista linda. Confesso que acho esta uma das minhas melhores fotos. Depois de alguns dias, cheguei finalmente em Ushuaia!
A VISTA DO MEU CHALÉ: O CANAL DE BEAGLE
O Canal de Beagle é um estreito separando as ilhas do arquipélago da Terra do Fogo, no extremo sul da América do Sul. Ele separa a Ilha Grande da Terra do Fogo de diversas pequenas ilhas ao sul. O estreito de Beagle tem aproximadamente 240 km de comprimento, e sua largura mínima é de cerca de 5 km.
Claro que não poderia deixar de fora uma foto com o heróico Tracker que fez esta aventura.
Abaixo é a vista do chalé que fiquei hospedada, cujo por-do-sol começava lá pelas onze da noite...
É claro que na história sempre tem um cachorro labrador para fazer a festa né?

“A Viagem do Beagle” é o título comumente dado ao livro escrito por Charles Darwin publicado em 1839 como Diário e Anotações, o que trouxe a ele considerável fama e respeito. O título se refere à segunda expedição de levantamento topográfico do navio HMS Beagle que zarpou em 27 de dezembro de 1831 sobre o comando do capitão Robert FitzRoy.
É claro que fiz um passeio pelo Canal de Beagle, o que foi simplesmente o máximo. Se Darwin fez, porque eu não haveria de seguir os passos de um dos meus grandes gurus?
No meio do caminho, encontrei loberias (locais onde ficam os leões marinhos), pinguineiras (locais onde ficam os pingüins) . Os leões marinhos fedem muita coisa! nem se consegue chegar perto, mas os pinguins são as coisas mais fofas do mundo. Durante a viagem fui a uma reserva pinguineira, que conto mais tarde. No meio do canal, tem um farol lindo, que é o “Farol mais austral do Mundo”
Olha o charme da loira aqui com o farol ao fundo rsrsrsrs
E de brinde ainda passei pelo marco que divide o Atlântico do Pacífico! Pela segunda vez na vida, fui dar uma volta no Oceano Pacífico
Foi realmente uma viagem maravilhosa, adoro dizer que "EU FUI AO FIM DO MUNDO"!

mas não volto lá de novo, afinal .... TENHO O MUNDO INTEIRO PARA CONHECER!

26 de outubro de 2009

ENVENENAMENTO DOMÉSTICO - O Inimigo Oculto

Hoje eu vou fazer uma homenagem à minha querida "guru blogueira" Carol.
Embora eu não tenha filhote pequeno (já está um lindo adolescente), quero deixar aqui a minha contribuição dentro da minha área de atuação, que é a Toxicologia.
Então aí vão alguns toques para as mamães e papais que querem que seus filhotes estejam sempre saudáveis, se prevenindo dos “inimigos ocultos”.

VOCES SABIAM QUE CERCA DE 44% DOS CASOS DE INTOXICAÇÃO ACONTECEM EM NOSSOS LARES?
Destes 44%, temos:
Por Medicamentos - 26%
Por Saneantes e controle de vetores - 15,5%
Por Plantas Tóxicas - 2,1%

Em casa temos "inimigos ocultos" que muitas vezes não percebemos. Por incrível que pareça, os produtos domésticos de limpeza e higienização causam aproximadamente 40% mais casos de intoxicação do que os produtos químicos industriais.


ENVENENAMENTO DOMÉSTICO – CRIANÇAS COMEM E BEBEM QUASE TUDO!!!
Aproximadamente 30% do total de intoxicações registradas acontecem com crianças menores de 10 anos
As mais freqüentes intoxicações em crianças são causadas por remédios, produtos de uso doméstico, como alvejantes, querosene, polidores de móveis, tintas, solventes, detergentes, inseticidas.



MEDICAMENTOS
Os remédios são ingeridos por crianças que os encontram em local de fácil acesso, deixados pelo adulto. Pílulas coloridas, embalagens e garrafas bonitas, brilhantes e atraentes, odor e sabor adocicados despertam a atenção e a curiosidade natural das crianças. Não estimule essa curiosidade.
PREVINA-SE!
- Nunca deixe de ler o rótulo ou a bula antes de usar qualquer medicamento;
- Evite tomar remédio na frente de crianças;
- Não dê remédio no escuro para que não haja trocas perigosas;
- Não utilize remédios sem orientação médica;
- Mantenha os medicamentos nas embalagens originais;
- Cuidado com remédios de uso infantil e de adulto com embalagens muito parecidas. Erros de identificação podem causar intoxicações graves e, às vezes, fatais;
- Nunca use medicamentos com prazo de validade vencida;
- Descarte remédios vencidos. Não guarde restos de medicamentos. Despeje o conteúdo no vaso sanitário ou na pia e lave a embalagem antes de descartá-la. Nunca coloque a embalagem com o seu conteúdo na lixeira;
- É importante que a criança aprenda que remédio não é bala, doce ou refresco. Quando sozinha, ela poderá ingerir o medicamento.PRODUTOS SANEANTES

Os produtos de limpeza e higiene são aqueles de composição e toxicidade variadas, responsáveis por muitos casos de intoxicação. Estes produtos são facilmente encontrados em todos os ambientes da casa. O armazenamento e uso inadequado destes produtos têm colaborado para a ocorrência de casos graves e até fatais de intoxicação.
ATENÇÃO!
Muitos produtos utilizados no ambiente doméstico são de fabricação clandestina e ilegal. Estes produtos, normalmente, são comercializados de “porta-em-porta”, com a promessa de serem “mais fortes e menos tóxicos”, além de mais baratos. Na realidade, por serem em geral mais concentrados, causam intoxicação com maior frequência e de maior gravidade que os fabricados legalmente. O consumo de produtos de limpeza fabricados fora dos padrões sanitários pode causar sérios danos à saúde, como queimaduras, problemas respiratórios, irritações e graves intoxicações
PREVINA-SE!
- Leia atentamente os rótulos antes de usar qualquer produto doméstico e siga as instruções cuidadosamente;
- Guarde detergente, sabão em pó, inseticida e outros produtos de uso doméstico longe dos alimentos e dos medicamentos, trancados e fora do alcance das crianças;
- Mantenha os produtos nas suas embalagens originais. Nunca coloque produtos derivados de petróleo (querosene, gasolina), alvejantes, em embalagens de refrigerantes, sucos.
- Cuidado com as embalagens de produtos que contenham flores e bebês no rótulo, isso é um chamariz para a criançaPLANTAS TÓXICAS
As plantas tóxicas, muitas das quais são ornamentais, podem ser encontradas em jardins, quintais, parques, vasos, praças, terrenos baldios. Algumas dessas plantas são bastante conhecidas e bonitas, mas quando colocadas na boca ou manipuladas, podem causar graves intoxicações, principalmente em crianças menores de 5 anos.
PREVINA-SE!
- Ensine às crianças que não se deve colocar plantas na boca;
- Conheça as plantas que tem em casa e arredores pelo nome e características;
- Não coma plantas desconhecidas. Lembre-se que não há regras ou testes seguros para distinguir as plantas comestíveis das venenosas. Nem sempre o cozimento elimina a toxicidade das plantas;
- Quando estiver lidando com plantas venenosas use luvas ou lave bem as mãos após esta atividade;
- Não faça remédios ou chás caseiros preparados com plantas, sem orientação médica
Em caso de acidente com plantas tóxicas
- Retire da boca o que resta da planta, cuidadosamente;
- Enxague a boca com água corrente;
- Guarde a planta para identificação;
- Ligue para o Centro de Controle de Intoxicação (0800-148-110 / 24h)

Abaixo estão algumas plantas tóxicas, facilmente achadas em nossos jardins e parquinhos:

25 de outubro de 2009

"TOPA? Topo, porque não? Vamu cair pra dentro!"

Para quem me conhece, sabe que para mim a melhor coisa do mundo é chegar na minha casa depois de um dia de trabalho, agarrar muito meu filho e brincar com a labralouca e o vira-latas. Sem contar alimentar os peixes, ver se os caranguejos ainda não fugiram do laguinho, conversar com os passarinhos, ler na varanda ... coisas bem “Home Sweet Home”.
Mas no meu trabalho, eu tenho que passar algum tempo embarcada em algumas plataformas, e até mesmo por serem várias e eu não trabalhar em um fixa, os laços de amizade e de solidariedade às vezes são muito frágeis. Geralmente divido camarote com pessoas que nunca vi e tenho uma chance mínima de ver de novo. E isto aconteceu esses dias...
 Depois de um mês turbulento em setembro, com a minha cirurgia na mão e da licença médica, de enfrentar logo em seguida o tal do curso CBSP que não me deu tempo de recuperar a cirurgia como eu queria, deixei o filhote e viajei no Dia das Crianças para embarcar na P-53. Logo uma plataforma que eu nunca tinha ido e já tinha escutado tantas histórias!
 Já comecei a ficar triste na viagem, de ficar tanto tempo fora de casa, longe das coisas que mais gosto de fazer. Pensei em como seria aquela semana, quando acabasse o turno e eu voltasse para o camarote, e claro! Levei uma pilha de livros, palavras cruzadas, etc. para espantar a tristeza.
 Como não tinha lugar para mim na sala do pessoal do SMS, me colocaram na sala do TBM (gerência de Turbomáquinas). E não poderia ter acontecido coisa melhor! Conheci pessoas maravilhosas, que mesmo sem saber quem eu era, como eu era, de onde eu vinha, me fizeram sentir à vontade desde o primeiro momento. Um grupo muito legal, com o astral lá em cima, que me fizeram rir o tempo todo! Tudo pipa avoada como eu, e isso foi fantástico!

Começo falando do Binho (Fabio Aleixo) – que me mostrou uma foto e eu tive que pedir para colocar aqui no blog, de tão inusitada que era. Achei o máximo sua foto dentro de uma piscina Tone em cima de uma laje em Aracaju, tomando um latão da Nova Schin e falando no celular (detalhe do colchão ao fundo, quando der sono).
Sabe aquelas coisas surreais? Pois bem, se Salvador Dali fosse fotógrafo, esta seria com certeza uma foto dele! E acima de tudo, o cara é corajoso! Ele teve a ousadia de dormir na minha frente enquanto eu dava aula.
Tem também o Luiz Fernando, cuja vida a bordo é dividida entre os trabalhos na área e os biscoitos recheados. O cara é um formigão! Cheguei até a procurar o sobrenome dele no busca a empregados, pois tinha certeza que devia de ser da família “Atta”, ou seja, ele tinha o verdadeiro sangue (ou hemolinfa) das saúvas em suas veias (o nome científico do gênero das saúvas é Atta).

Completando a trindade de figurinhas raras temos o Ivan “Cago”, um paulista com sotaque bem característico que me convenceu a assistir um tal programa “Pânico na TV” (mas acabei perdendo a hora). O Ivan foi tão bonzinho que escreveu o meu caderno o que eu tinha que falar para ser uma verdadeira "paniquete" (por sinal é o título deste blog).
Com minha mente mais fértil do que o delta do Nilo, cheguei a imaginar na quadra da plataforma um jogo de futebol entre eles, o Capitão Nemo, o Tarzan, o Sherlock Holmes, o Batman entre outros do mesmo naipe.
Ah... também não posso esquecer de citar aqui o Zander House – senhor absoluto do quadro branco, que era o único que tinha o poder de desenhar e apagar qualquer coisa; o Hamilton, que é casado mas não sabe e o Elder, que todo mundo quer ser igual a ele (rsrsrsrs).
E sabe o que mais me encantou neste povo? Teve dia de “o bicho pegar na área” e eles virarem noite trabalhando, e nem assim a galera perdeu o bom humor. Acho que isso foi o melhor, todo mundo com cara de zumbi, mas mesmo assim sem perder a alegria, devorando os biscoitos recheados, mesmo estando sufocados de trabalho.
Ali eu me diverti muito – teve dias de eu literalmente chorar de tanto rir – o que me fez lembrar muito de um grande filósofo que dizia: “eu sei que a vida podia ser bem melhor e será! Mas isso não impede que eu repita, é bonita, é bonita e é bonita!”
Meus queridos "Meninos Turbinados", obrigada por esta semana!
De tantos anos, de tantos embarques, de tantas plataformas, VOCES FIZERAM A DIFERENÇA!
Beijos a todos, e claro, divirtam-se! Só não me chamem para ir a uma das festas do Binho...

20 de outubro de 2009

BOSQUE PETRIFICADO SARMIENTO - Argentina

Nas minhas andanças por aí, eu tive o prazer e a emoção de conhecer uma floresta fossilizada.
Ela fica entre "nada"e "lugar nenhum", e só se consegue chegar lá de carro, através das infinitas rutas argentinas.
Este monumento natural é um bosque da Era Cenozóica, com uma idade aproximada de 65 milhões de anos. As árvores petrificadas são testemunhas da pré-história, que formam uma paisagem indescritível com o colorido dos distintos estratos geológicos. Seus troncos petrificados são o resultado do efeito que estes milhões exerceram em sua madeira.

No começo da Era Terciária, a Cordilheira dos Andes começou a se elevar e assim impediu a passagem das correntes de umidade do Pacífico para o Atlântico. Simultaneamente se produziram erupções vulcânicas cujas cinzas se espalhavam, começando assim um lento processo de transformação orgânica: absorção, impregnação, substituição e mutação da natureza molecular, conservando seu aspecto exterior.
O afloramento destes troncos petrificados, a paisagem lunar contínua e suas montanhas circundantes de tonalidades variadas permitem observar os distintos estratos geológicos. Nos sedimentos vulcânicos do solo, se encontram muitos troncos, alguns de considerável dimensão e tem uma idade datada do Paleoceno.

Este bosque está situado na Patagônia argentina, na província de Chubut, e se voce quiser conhecer, a cidade de referência mais próxima é Comodoro Rivadávia.

Indo em direção das Cordilheiras dos Andes, voce dirige cerca de 165 km pela ruta provincial 26 e perto da cidade de Sarmiento, entra em uma estrada de chão de mais 25 km.
Aconselho a ter um carro 4X4, porque é chão hein???
Se voce quiser saber como chegar lá de carro, te passo toda a navegação das rutas,e te garanto, é uma viagem inesquecível!
Eu fui! E voce, quer dar uma passadinha lá também?

1 de outubro de 2009

SHAKESPEARE APRENDEU ... sobrou até para ele!

Certa feita, um grande Mestre chamado Allan Kardec nos alertou sobre a “Natureza das Comunicações”. E em resumo, o que vem a ser isso? É um alerta para que não nos prendamos ao nome que está associado a um determinado texto, mas sim ao seu conteúdo.
Costumamos receber vários textos e apresentações, via internet, atribuindo o conteúdo a determinado autor, geralmente famoso.
Existem dois destes textos – que geralmente vem com o título – REPASSEM! IMPORTANTE! LINDOOOOOOOO! – que me fascinam profundamente.
O primeiro deles é o que fala sobre a Ressonância Schumann, onde alguém pegou um monte de artigos e depoimentos desconexos e fez uma salada esotérica, com afirmativas que a NASA comprovou isso tudo! Nestas apresentações fala-se que o tempo está passando mais rápido devido à Ressonância Schumann. O primeiro ensaio sobre o assunto é de Leonardo Boff (pode ser lido na página http://www.leonardoboff.com/). E se você colocar no Google o termo “Ressonância Schumann”, virão listados centenas de sites aumentando e modificando o texto, e pior, confirmando a teoria.
Se estudarmos as bases científicas deste efeito, não há absolutamente NADA que comprove o que é veiculado sobre a Ressonância, e como sou crítica e criteriosa, e este assunto à Ciência pertence, prefiro corroborar com a visão dos astrônomos na resposta publicada no site do Observatório Nacional que diz “Leonardo Boff é um autor sério. Leio seus textos com vivo interesse, sobretudo aqueles relacionados à ética e a espiritualidade. Mas é preciso considerar que, enquanto teólogo, suas considerações extravasam o nível do teórico, fazendo dele mais um metafísico do que qualquer outra coisa. É no plano metafísico que devemos considerar o que diz Leonardo Boff. Se o levarmos para o plano prático, o autor, às vezes, parece "viajar na maionese". (http://www.on.br/pergunte_astro/indice_resposta.php?id_tema=9).
Em outro post eu escrevo a minha opinião de porque temos a sensação que “o tempo voa”, ok?

Outro exemplo que me fascina profundamente sobre a capacidade de se gerar textos apócrifos no cyber-espaço é o atribuído a Shakespeare com o título “Aprender”. Já vi desde apresentaçãoes em PPT até filmes.
Não estou desmerecendo a mensagem, aliás a acho muito bonita (está copiada abaixo) mas eu fico imaginando Shakespeare, um ícone da Era Vitoriana (por volta de 1600) escrevendo textos como estes.
Se analisarmos este texto, ele é contemporâneo, trabalha com reflexões atuais, dos problemas da sociedade moderna. Ele trabalha a relação social, ou seja, o ser humano em relação a outro ser humano e ao espaço que o cerca. Este tipo de preocupação não existia na época de Shakespeare. Nem os ícones da religião cristã (como Santo Agostinho) fazem esta ligação horizontalizada homem - sociedade, mas sim verticalizada (Eu e Deus).
Se Shakespeare realmente pensasse assim, talvez Otelo não tivesse matado a doce Desdêmona...
Se eu estiver errada, por favor, me digam em qual livro está publicado o texto, que me retrato imediatamente.

Enfim...
Creio que nos dias de hoje, onde tudo é para ontem, é dinâmico, estamos perdendo um pouco o nosso momento de refletir sobre o que nos cerca, criticar o que o mundo nos diz e determinar sobre qual tipo de informação estamos absorvendo.
Está tudo disponível no ar ... mas o que quero para alimentar a minha alma?
PS: Carol, tentei ser menos viajante neste texto tá??? Não sei se consegui! Rsrsrss
Beijos gostosos nas bochechas fofas da Malu !!!
APRENDER – atribuído a Shakespeare
Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança.
E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas.
E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.
E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o sol queima se você ficar exposto por muito tempo.
E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.
Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que se leva anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la.
E que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida.
Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.
E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.
E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam. Percebe que você e seu melhor amigo podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.
Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa...
Por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.
Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.
Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser.
Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser e que o tempo é curto.
Aprende que não importa onde já chegou, mas aonde está indo. Mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve.
Aprende que ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa o quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.
Aprende que os heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências.
Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que, algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, é uma das poucas que o ajudam a se levantar.
Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou.
Aprende que há mais de seus pais em você do que você supunha.
Aprende que nunca deve dizer a uma criança que seus sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes ...
...e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel.
Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama com tudo que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem aprender a perdoar a si mesmo.
Aprende que com a mesma severidade com que julga, você em algum momento será julgado.
Aprende que não importa em quantos pedaços o seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.
Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.
Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.
E você aprende que realmente pode suportar... Que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe... depois de pensar que não pode mais.
E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida.
Nossas dádivas são traidoras, e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar.