18 de setembro de 2009

SÁBIO MARIO QUINTANA



Cá estou eu, ainda cheia de pontos na mão mas com a impressão de que esta última semana passou tão rápido quanto as demais..., uma semana sem poder fazer absolutamente nada (da próxima vez, opero o pé, pelo menos posso sair pulando para fazer as coisas), mas mesmo com toda a minha inércia, o tempo não parou.
E hoje, me deparei com este poema lindo do Mario Quintana.
Acho que mais do que um poema, é um conselho para todos nós.
O que estamos fazendo de nossas vidas? Podemos não fazer nada, mas o tempo é cruel, ele não pára...

Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta feira...
Quando se vê, já é Natal....
Quando se vê, já terminou o ano.....
Quando se vê, perdemos o amor de nossa vida....
Quando se vê, passaram-se 50 anos!!!
Agora, é tarde demais para ser reprovado.....
Se me fosse dada outra oportunidade eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e, iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas......
Seguiria meu amor, que está muito à minha frente, e diria: EU TE AMO ......
Dessa forma, eu digo : Não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter alguém ao seu lado, por puro medo de SER FELIZ.
A única falta que terá, será desse tempo que , infelizmente.................não voltará mais".

Mário Quintana


Aproveito para falar de um site muito legal, só de pensamentos - sobre tudo, e que é bem interessante de ser consultado. O endereço é farmaciadepensamentos.com


Um comentário: