4 de março de 2014

O TEMPO - Bem Que Precisava Postar Isso...

O TEMPO (Mario Quintana)

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa. 
Quando se vê, já são seis horas! 
Quando de vê, já é sexta-feira! 
Quando se vê, já é natal... 
Quando se vê, já terminou o ano... 
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida. 
Quando se vê passaram 20 50 anos! 
Agora é tarde demais para ser reprovado... 
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio. 
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas... 
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo... 
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo. 
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz. 
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.



mas será o medo ou o orgulho que paralisa a alma????
realmente não sei responder...


13 de novembro de 2013

A LENDA DAS MÚLTIPLAS ROPERTILE : Vida que Segue

Tenho uma triste notícia para te dar...
Este é (talvez) o único blog cuja dona está longe da perfeição.
Minhas unhas estão sem esmaltes, meu cabelo está todo arrepiado e sim! engordei horrores neste período de montagem da UNICA.
Além disto, PASMEM, cheguei à conclusão que não dou conta do mundo sozinha.
Minha casa está uma zona, minha piscina antes de bela água azul está cheia de folhas e estou cansada, muito cansada de tudo.
Semana passada eu fui a uma feira internacional de acessórios em São Paulo e me peguei indo almoçar por volta de oito da noite - insano
Ontem (dia 11) me peguei conversando o seguinte diálogo com minha diarista: "dia 24 poderei acordar mais tarde (oito horas da manhã) que bom!!!
Sabe quando você se escuta dizendo isso e surta? Foi o que aconteceu.
Acho que agora que a UNICA está se saindo bem, com funcionárias competentes que não são dependentes da minha presença. o sangue está esfriando e os "efeitos colaterais" do trabalho exaustivo começam a aparecer.
Solidão, alguns quilos, picos de pressão e insônia apareceram na minha vida.
Tive que dar uma parada e colocar tudo em ordem  afinal as várias Rosangelas estavam tentando trabalhar ao mesmo tempo e embora as múltiplas personalidades tentassem dar conta de tudo, só há um corpo abrigando todas elas.

Aí eu levantei diferente... Decidi que seria uma Rosangela por vez, organizando a bagunça.
Voltei para a academia, organizei meu horário, dispensando um tempo maior para a minha casa (arrumando a zona aos poucos)
A loja vai muito bem, obrigado. A UFRJ está muito bem, obrigado, o mundo está muito bem e sim, o problema era eu.
E sim... o problema foi resolvido tá? Descobri que o mundo não vai mudar porque eu preciso.
RE-LA-XA  DIVA!!!!
Novas perspectivas e novas chances de mudança. Isso é que me faz ser quem sou.
até a próxima!

P.S. alguém sabe um lugar legal para se passar o feriado do Reveillon?